RSSYoutubeTwitter Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Ataques a Bancos em 2015

30 DE DEZEMBRO

Pela terceira vez no ano, a agência bancária do Bradesco de Solonópole, a 275 km de Fortaleza, foi assaltada. Segundo a Polícia Militar (PM) do município, o crime foi praticado por dois homens, em que pelo menos um dos assaltantes estava armado. A dupla rendeu os seguranças da unidade e roubou uma pequena quantia em dinheiro. Segundo a PM do município, o ato ocorreu por volta das 13 horas, quando os dois chegaram no estabelecimento. Eles renderam os vigilantes e adentraram o banco. Para a PM, o crime foi facilitado por a instituição financeira não ter porta giratória, o que a torna mais vulnerável a assaltos. No momento do crime, a unidade tinha pouca movimentação de clientes. Os assaltantes que fugiram a pé ainda não foram identificados.

22 DE DEZEMBRO

Um homem foi preso e um adolescente foi apreendido no fim da tarde, pela Polícia Militar, após cometerem uma “chegadinha bancária” na cidade de São Benedito, a 360 Km de Fortaleza. De acordo com a polícia, o cliente do banco foi realizar pagamentos e depósitos quando foi abordado pela dupla que estava armada e chegou ao local em uma moto. No momento da fuga um carro da Polícia Militar estava passando pelo local e avistou a movimentação. Com eles a PM apreendeu 22 mil reais, um revólver calibre 38 com seis munições intactas e uma moto com o chassi adulterado. O dinheiro foi restituído à vítima.
 

20 DE NOVEMBRO

Dois homens armados invadiram a agência do Bradesco do município de Solonópole (275 km de Fortaleza), no começo da tarde. De acordo com a polícia, a dupla levou dinheiro dos caixas e pertences dos clientes. Os assaltantes invadiram o local, renderam os vigilantes e anunciaram o assalto. Em seguida, seguiram para a bateria de caixas e levaram o dinheiro.

17 DE NOVEMBRO

Um bando invadiu a agência da Caixa Econômica Federal na Av. Mister Hull, em Fortaleza, e violou os caixas eletrônicos do autoatendimento. De acordo com informações da Polícia Federal, os criminosos tiveram acesso ao prédio arrombando a loja vizinha. Somente pela manhã, quando os funcionários da agência e da loja chegaram, o crime foi descoberto.
 

15 DE NOVEMBRO

Um grupo explodiu durante a madrugada um cofre do Banco do Brasil da cidade de Itapiúna, a 120 km de Fortaleza. De acordo com o Comando de Policiamento do Interior (CPI), a ação dos assaltantes ocorreu por volta das 2h e cerca de 15 homens armados de pistolas, escopetas e fuzis participaram do crime.  Ainda segundo a Polícia Militar, após a explosão, o grupo fugiu com malotes com dinheiro e na fuga fez alguns moradores reféns. Os ladrões ainda trocaram tiros com a polícia. Ninguém ficou ferido.
 

11 DE NOVEMBRO

Uma mulher foi vítima de uma saidinha bancária e agredida com coronhadas na cabeça, em frente à Caixa Econômica Federal (CEF), localizada na avenida Treze de Maio, no bairro de Fátima, em Fortaleza. Ela acabou ferida depois de segurar a bolsa durante a ação de dois homens armados. A moça havia acabado de sacar uma quantia de R$ 3 mil. De acordo com uma testemunha, que não quis se identificar, os suspeitos avançaram na vítima assim que ela saiu da agência. Um dos assaltantes acertou coronhadas na mulher e chegou a apertar o gatilho, mas a arma falhou. Apesar disso, eles conseguiram levar a bolsa com o dinheiro e fugir do local.
 

04 DE NOVEMBRO

O coreano Taehwan Roh, de 39 anos,  foi baleado e morto dentro de uma agência bancária do Bradesco, por volta 15h, no Centro de Caucaia. A vítima estava com mais dois coreanos e havia sacado a quantia de R$ 180 mil. Dois suspeitos foram presos após o crime, um deles relatou ter efetuado o tiro que matou o asiático. Os coreanos trabalhavam em uma empresa do Porto do Pecém e haviam sacado o dinheiro para a empresa. Eles esperavam o transporte, quando foram abordados por uma dupla. Um coreano carregava uma bolsa e o outro carregava outra, sendo a primeira subtraída por um dos suspeitos. No entanto, quando foram levar a outra bolsa, Taehwan se atrapalhou e aquilo foi entendido pelos assaltantes como uma reação.
 

03 DE NOVEMBRO

Um policial militar do Batalhão de Choque sofreu uma tentativa de ‘saidinha bancária’, às margens da BR-116, no bairro Aerolândia. Houve troca de tiros com os suspeitos e um deles morreu. O agente saía de uma agência do Banco do Brasil com a sogra, quando dois suspeitos em uma moto abordaram as vítimas. Os homens estavam armados e conseguiram pegar a carteira do policial e a bolsa da mulher. Ainda conforme a assessoria da PM, nem o policial nem a sogra dele foram atingidos pelos tiros. O outro criminoso envolvido na ação conseguiu fugir.

01 DE NOVEMBRO

Uma quadrilha composta por cerca de seis homens assaltou e explodiu a agência do Bradesco em General Sampaio, durante a madrugada, por volta das 2h. Segundo a Polícia Militar, a explosão destruiu toda a agência e assustou moradores da cidade. Na fuga, a quadrilha trocou tiro com policiais. Ninguém ficou ferido.

28 DE OUTUBRO

Um grupo de homens fortemente armados explodiu um carro-forte blindado da empresa Corpvs e fez dois vigilantes reféns, no início da tarde em Quixeramobim, 206, 1 km de Fortaleza. A Polícia chegou no local dez minutos após o ataque, e o delegado, além de três policiais civis, foram baleados no confronto. A quantia levada ainda não foi revelada. Os criminosos estavam fortemente armados, por isso foi preciso reforçar o policiamento. Segundo testemunhas, os vigilantes foram colocados em cima do capô do carro forte e usados como escudos humanos pelos assaltantes.

10 DE OUTUBRO

Uma agência do Banco do Brasil foi explodida durante a madrugada no município de Araripe (527 km de Fortaleza). Após o ataque, dez homens fortemente armados fugiram em uma caminhonete. Eles levaram alguns reféns que foram libertados na saída do município sem ferimentos graves.

09 DE OUTUBRO

Aproximadamente três homens tentaram assaltar uma agência do Bradesco no município de Caridade, 95 km de Fortaleza, no final da tarde. De acordo com a Polícia Civil, os assaltantes se aproximaram da agência em um carro roubado e já desceram disparando contra a porta da entrada do banco. O grupo teria disparado contra os vigilantes que faziam a segurança do banco. Nenhum funcionário foi atingido. Dentro da agência haviam alguns clientes que aguardavam atendimento. Todos saíram ilesos. A tentativa de assalto ocorreu por volta de 15h. Após dispararem contra o vidro, os assaltantes fugiram e não conseguiram levar nada.
 

08 DE OUTUBRO

Três homens arrombaram um caixa eletrônico do Banco do Brasil instalado dentro de uma farmácia em Juazeiro do Norte, durante a madrugada. Todo o dinheiro que estava no equipamento foi levado e eles teriam usado um maçarico para violar o caixa.


02 DE OUTUBRO

Um homem foi vítima de uma “saidinha bancária”, na agência da Caixa Economica Federal, na Avenida 13 de Maio. O motorista Francisco Célio Nascimento da Silva esperava um ônibus, defronte à Igreja de Fátima, quando dois homens o balearam e levaram os R$ 4 mil que ele havia sacado.
 

27 DE SETEMBRO

Um grupo de dez homens explodiu um terminal de autoatendimento do Branco do Brasil e um posto bancário do Bradesco, durante a madrugada, em Choró (155,7 km de Fortaleza). Na fuga, um caminhoneiro foi baleado, conforme informou a Polícia Militar do município. Foi levado dinheiro do Banco do Brasil, mas nenhuma quantia foi subtraída do posto do Bradesco. De acordo com a Polícia Militar, os ataques foram registrados às 12h30min, no Centro da cidade, quando moradores ouviram as explosões e acionaram os policiais. Os suspeitos estavam armados e, durante a ação, efetuaram disparos.
 

26 DE SETEMBRO

Três homens tentaram abrir os caixas eletrônicos instalados no Posto Avançado do Banco do Brasil de Morada Nova (168 km de Fortaleza), durante a madrugada. Um deles estava armado do lado de fora do estabelecimento dando cobertura os dois que usavam o maçarico. A polícia foi acionada por moradores que viram fogo dentro da agência. Segundo a polícia, a impressão que deu foi que as chamas se alastraram e os bandidos não conseguiram abrir os equipamentos por conta do fogo, apesar de terem conseguido fugir.
 

11 DE SETEMBRO

Por volta das 2h30min da madrugada, um grupo atacou a agência do Banco do Brasil de Milhã (331km de Fortaleza), no Sertão Central cearense. De acordo com a polícia, a quadrilha utilizou explosivos na ação — mas acredita-se é que não conseguiram ter acesso ao dinheiro.Entretanto, a agência ficou completamente destruída. A explosão danificou ainda a estrutura de duas residências vizinhas ao banco. Na fuga, os assaltantes trocaram tiros com a polícia.

09 DE SETEMBRO

Três homens entraram em uma agência do Banco do Brasil em Acopiara (345km de Fortaleza) e furtaram um malote com R$ 50 mil. De acordo com a polícia, os suspeitos entraram na unidade como se fossem clientes e, enquanto dois distraíam os funcionários, o terceiro suspeito teve acesso a uma área exclusiva e conseguiu retirar o malote que estava acomodado em um caixa. A polícia acredita que o trio não estava armado.

02 DE SETEMBRO

Uma quadrilha com cerca de dez homens, fortemente armados, assaltou uma agência do Bradesco, em Independência (309 km de Fortaleza), no final do expediente. Segundo informações da delegacia do município, os homens invadiram o local, fazendo funcionários e clientes de reféns. Houve troca de tiros e um policial foi baleado no braço. Ainda conforme a Polícia, a quadrilha fugiu em dois veículos, levando ainda o carro de um funcionário da agência que foi feito refém juntamente com mais seis outros.
 

1º DE SETEMBRO

Uma dupla assaltou uma gerente do posto bancário do Bradesco, durante a manhã, em Croatá, 355,2 km de Fortaleza. Os criminosos renderam a única funcionária do local e fugiram no carro dela com uma quantia de R$ 1 mil, conforme informações da Polícia Militar. A dupla chegou a pé. O local estava aberto e eles ainda conseguiram pegar a quantia em dinheiro da gerente, bem como o celular. Ainda segundo a polícia, a dupla estaria esperando para assaltar a agência do Banco do Brasil na cidade. Após perceberem a Polícia, eles fugiram em direção ao posto do Bradesco, onde levaram o dinheiro, celular e carro da gerente.

28 DE AGOSTO

Cerca de sete homens armados explodiram um carro forte que trafegava em uma rodovia do município de Pedra Branca (232 km de Fortaleza). Eles cercaram o carro forte em dois veículos e obrigaram os ocupantes a descerem. Segundo a Polícia, devido a grande explosão, é possível que o dinheiro que estava dentro do carro tenha sido destruído.
 

19 DE AGOSTO

Um grupo assaltou durante a manhã uma agência do Bradesco, em Mombaça, 296,1 km de Fortaleza. Os criminosos sequestraram o gerente da unidade na noite anterior, e ainda fizeram os funcionários reféns. O assalto foi registrado às 10 horas, e o grupo – formado por cerca de quatro homens - fugiu. O gerente foi sequestrado na noite anterior e levado com o grupo para abrir o local, uma ocorrência chamada de "sapatinho". A quantia levada não foi informada.
 

03 DE AGOSTO

Uma agência bancária do Banco do Brasil em São Luís do Curu, a 95,6km de Fortaleza, foi alvo de ação de criminosos durante a madrugada. O grupo usou explosivos no ataque que ocorreu por volta das 1h30 da manhã. De acordo com a polícia, o alvo dos assaltantes era o caixa forte da unidade.

31 DE JULHO

Um grupo atacou durante a madrugada a agência do Banco do Brasil de Jaguaretama, no Vale do Jaguaribe. Conforme informações preliminares da 3ª Companhia do 1º Batalhão de Polícia Militar, pelo menos 15 homens portando armas de grosso calibre utilizaram explosivos para atingir o cofre da agência, por volta das 1h30min. Antes da fuga, porém, dispararam contra o destacamento da Polícia Militar— ninguém ficou ferido, no entanto.
 

22 DE JULHO

Uma quadrilha atacou dois carros fortes da empresa Corpvs, na altura do km 270 da BR-222, na localidade de Ubaúna, em Coreaú, por volta das 17h. Segundo a Polícia, oitos homens armados participaram da ação e conseguiram levar uma quantia em dinheiro. Conforme informações, os criminosos fecharam os carros-fortes e efetuaram tiros de fuzil. Eles explodiram um dos carros-fortes e levaram o dinheiro. Um vigilante foi atingido com um tiro na perna.

17 DE JULHO

Quatro homens invadiram e assaltaram uma agência bancária do Bradesco em Caridade, município localizado a 100,4km de Fortaleza, por volta das 15h15min. De acordo com o Comando de Policiamento do Interior (CPI), o grupo armado com revólveres calibre 38 teria rendido o segurança da instituição financeira e levado o dinheiro de dois cofres.
 

06 DE JULHO

Por volta das 1h40min da madrugada, um grupo de 6 a 8 homens atacou uma agência do Banco do Brasil em Barreira (72km da Capital). É a segunda ação contra um banco da cidade em menos de dois meses: no dia 19 de maio, uma agência do banco Bradesco foi atacada em Barreira. Segundo a Polícia, os criminosos usaram dinamite contra o banco, próximo ao carro forte — mas, novamente, teriam utilizado muito do artefato, e estima-se que o grupo não levou nenhuma quantia em dinheiro. Um caminhão foi utilizado para fechar a rua e dificultar o trabalho da polícia. Armados de pistolas e fuzis, os homens atiraram contra a polícia, mas ninguém ficou ferido. A agência ficou totalmente destruída.

1º DE JULHO

Um grupo tentou roubar um caixa eletrônico de uma agência bancária do Bradesco, porém, a ação falhou e os criminosos fugiram sem levar nada. O caso aconteceu por volta das 2h10min da madrugada, em Potiretama, (275km de Fortaleza). Os artefatos explosivos utilizados pelos criminosos detonaram, mas não foram capazes de dar acesso ao dinheiro no caixa. Segundo à polícia, enquanto uma parte do grupo estava na agência, outra parte foi a um destacamento da PM do município e dispararam contra os policiais.
 

30 DE JUNHO

Um grupo armado provocou terror no começo da tarde no Banco do Brasil de Independência (310 km de Fortaleza). Os bandidos invadiram a agência e roubaram o estabelecimento. Na fuga fizeram reféns e trocaram tiros com a Polícia Militar. De acordo com a Polícia, a ação ocorreu por volta das 14h e os reféns foram liberados durante a fuga.
 

29 DE JUNHO

A agência bancária do Bradesco em Redenção, no Maciço de Baturité, foi atacada por um grupo de oito pessoas por volta das 1h da madrugada. O grupo usou dinamite para obter acesso ao cofre do banco, na parte de trás da agência. Os homens chegaram em três veículos. A polícia avalia que o grupo não levou nenhuma quantia em dinheiro, por se ter utilizado “dinamite demais”.  Após a ação, o grupo passou a atirar a esmo pela cidade, “para intimidar”.
 

23 DE JUNHO

Duas agências dos bancos Bradesco e Banco do Brasil foram alvo de tentativa de roubo durante a madrugada, por volta das 3h, na cidade de Madalena (180km da Fortaleza). De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o grupo de seis a oito homens não conseguiu levar nenhuma quantia em dinheiro. Primeiramente dirigindo-se à agência do Banco do Brasil, quebraram com uma marreta a vidraça do banco, mas não tiveram acesso à parte interna. Depois, foram em direção ao Bradesco, onde, usando dinamite, tentaram explodir um caixa eletrônico — porém, a ação falhou. A dinamite danificou apenas a parte externa do caixa, não dando acesso ao dinheiro.

10 DE JUNHO

Três suspeitos assaltaram uma agência bancária do Bradesco durante a tarde em Solonópole, 275 quilômetros de Fortaleza. Segundo a  Polícia Militar, o trio estava armado e levou dinheiro de um dos caixas após render o vigilante do banco. Ainda de acordo com a Polícia Militar, os suspeitos também roubaram a bolsa de uma cliente que estava fazendo um depósito no momento da ação.

09 DE JUNHO

Dois homens armados tentaram roubar a agência do Banco do Brasil de Chorozinho, na Região Metropolitana de Fortaleza, no início da manhã. De acordo com a Polícia, a dupla conseguiu render os vigilantes, mas os funcionários da instituição financeira acionaram o alarme antes de os suspeitos entrarem no local. Uma patrulha policial se deslocou até o banco, mas quando chegou os suspeitos já haviam fugido. Os criminosos levaram as armas dos vigilantes, mas não subtraíram nenhuma quantia em dinheiro da agência.

07 DE JUNHO

Três homens foram presos durante a tarde, ao tentarem arrombar com um maçarico o caixa eletrônico de um supermercado localizado na avenida Osório de Paiva, no bairro Vila Peri. Durante a tentativa, a polícia foi acionada e conseguiu frustrar a ação. Os assaltantes foram presos em flagrante e com eles, além do maçarico, foi apreendido um revólver calibre 32, cuja numeração estava raspada.
 

01 DE JUNHO

Um soldado da Polícia Militar e um assaltante ficaram feridos após troca de tiro no início da tarde, em Fortaleza. De acordo com informações do Comando de Policiamento da Capital (CPC), dois homens tentaram assaltar o policial nas proximidades da Caixa Econômica Federal do bairro João XXIII. Houve troca de tiros e o PM e um dos assaltantes ficaram feridos. A dupla estava em uma moto e teria levado o dinheiro do policial.
 

30 DE MAIO

Em Miraíma, na região Norte do Estado, um grupo de aproximadamente oito pessoas explodiu um posto avançado do Bradesco durante a madrugada. De acordo com informações de populares, ouve um tiroteio na praça perto de onde o banco está localizado. Após o assalto, o bando fugiu em dois carros e duas motos. O caixa eletrônico do posto foi explodido e o cofre levado pelos assaltantes.

27 DE MAIO

Dois homens armados assaltaram a agência do Banco do Brasil, localizada no Centro de Caucaia, região metropolitana de Fortaleza, por volta das 9h da manhã. De acordo com a Polícia, a dupla rendeu o gerente quando ele chegava para abrir a agência e levou o dinheiro que estava nos caixas. De acordo com a Polícia, os criminosos estavam armados com um fuzil.

19 DE MAIO

Um bando formado por cerca de seis homens atacou a agência do Bradesco, instalada no Centro de Barreira (72 Km de Fortaleza), durante a madrugada. Os criminosos explodiram os caixas eletrônicos, mas não havia dinheiro e eles fugiram sem levar nada. Depois da tentativa frustrada de roubo, o bando seguiu por algumas ruas da Cidade efetuando disparos. Um posto de combustível foi atingido pelos tiros. Um ônibus escolar que estava estacionado na rua também foi alvo dos disparos dos assaltantes. As fachadas de vários prédios do Centro foram marcadas pelos tiros. Ninguém ficou ferido.  
 

12 DE MAIO

Uma tentativa de saidinha bancária terminou com um assaltante morto, em Maracanaú. Durante a abordagem da vítima, que havia sacado dinheiro de uma agência do Banco do Brasil localizada no município, os suspeitos foram atacados por uma quarta pessoa que passava pelo local e efetuou disparos de arma de fogo. De acordo com informações da Polícia Militar (PM) de Maracanaú, um suspeito foi baleado e socorrido ao Hospital Municipal de Maracanaú, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O comparsa dele roubou carro e conseguiu fugir. Os militares informaram que a vítima sacou uma quantia de aproximadamente R$ 19 mil e foi seguida pelos assaltantes até o momento da abordagem no Conjunto Jereissati I, em Maracanaú. A pessoa que efetuou os disparos não foi identificada.

02 DE MAIO

A agência do Bradesco, no município do Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza, foi invadida durante a madrugada por três assaltantes. Os acusados entraram no banco após render o caseiro do sítio que fica por trás da agência. De acordo com a Polícia, os assaltantes levaram cerca de R$ 400 mil. Os três assaltantes, armados, renderam o caseiro do sítio no fim da tarde e fizeram um buraco no muro que dá acesso ao cofre para entrar e roubar os malotes. O caseiro só conseguiu se soltar na manhã seguinte, quando os assaltantes já tinham ido embora com a quantia em dinheiro. Ele que fez a denúncia. Segundo a Polícia, o alarme do banco chegou a tocar e uma equipe de policiais foi ao local, mas encontrou tudo normal na agência. Como os assaltantes entraram pelo lado de trás do estabelecimento, eles já estavam no cofre, dentro do banco, área a qual os PMs não tiveram acesso.

30 DE ABRIL

Um assalto a clientes do Bradesco na Avenida João Pessoa, na Parangaba, terminou com um assaltante morto e uma mulher baleada. Por volta das 20 horas, um casal teria invadido a agência e rendido os clientes. Segundo testemunhas, quatro clientes estariam nos caixas eletrônicos durante a ação. O homem estaria armado com um revólver ameaçando as pessoas, enquanto a mulher fazia uma vistoria nas bolsas e retirava os pertences das vítimas. A dupla realizou dois roubos em sequência dentro do banco. Na terceira tentativa teriam se deparado com uma pessoa armada, que reagiu, entrou em luta corporal com o suspeito e atirou contra o casal. A mulher foi baleada na perna e o homem, ferido, ainda conseguiu fugir levando alguns produtos, mas caiu morto na esquina da agência bancária.

28 DE ABRIL

A agência do Banco do Brasil de Araripe (527 km de Fortaleza) foi alvo de uma ação ousada de assaltantes. Um bando formado por cerca de seis homens sequestrou a filha do gerente, obrigando-o a abrir a unidade para efetuarem o roubo. A ação é conhecida no jargão policial como “sapatinho”. A menina foi arrebatada no início da manhã e levada para um cativeiro na Zona Rural de Araripe. Enquanto uma parte do bando vigiava a refém, a outra se dirigiu ao banco e disse ao gerente que se o resgate não fosse pago a filha dele seria morta. O funcionário teria retirado uma quantia não revelada do cofre e entregou aos suspeitos, que liberaram a vítima e fugiram.

27 DE ABRIL

Por volta das 14h, uma cliente foi abordada por um assaltante dentro da agência Itaú Personalité, na avenida Santos Dumont, na Aldeota, em Fortaleza. Segundo a vítima contou, o suspeito apontou a arma para seu filho de apenas dez anos e ameaçou atirar se ela não lhe entregasse o dinheiro. Entretanto, ela disse que não tinha dinheiro. Estava no banco para entregar um documento. Ainda segundo a vítima, ao chegar na agência, notou que a primeira porta de acesso estava entreaberta e entrou. Antes de chegar a uma segunda porta foi surpreendida pelo homem. Ao perceber a ação do assaltante, o segurança da agência ouviu e o rendeu. O suspeito agia com um simulacro de revólver. Após a chegada da Polícia ele foi detido. Segundo a Polícia, já era foragido.

27 DE ABRIL

Uma mulher foi vítima de uma “chegadinha bancária", durante a manhã, em Santana do Acaraú (249,1 km de Fortaleza). Um homem armado, que anunciou o assalto antes da vítima entrar no Banco do Brasil, levou cerca de R$ 70 mil, conforme a Polícia Militar. Segundo a PM, o assalto ocorreu por volta das 12 horas, quando a mulher, funcionária de um mercantil, se dirigia à agência levando o dinheiro do estabelecimento comercial para fazer um depósito.

24 DE ABRIL

Um grupo armado atacou duas agências bancárias no município de Quiterianópolis (414 km de Fortaleza), durante a madrugada. Segundo informações da Polícia Militar, cerca de oito homens, em dois veículos, participaram das ações. Os assaltantes explodiram o Bradesco e conseguiram violar um caixa eletrônico do Banco do Brasil, mas nenhuma quantia foi levada, conforme a Polícia Militar. Ao perceber a movimentação, a Polícia interveio e trocou tiros com os assaltantes. Uma viatura foi alvejada por balas, assim também como a fachada das agências bancárias. Os bandidos ainda atiraram contra o prédio da delegacia da cidade, com o objetivo de dificultar a ação policial. Ninguém ficou ferido, e a quadrilha fugiu sem levar nada.

20 DE ABRIL

Dois homens armados invadiram a agência bancária do Bradesco, localizada no Centro de Eusébio, e levaram cerca de R$ 70 mil dos caixas eletrônicos. A ação ocorreu por volta das 15h30min. Além do dinheiro, a dupla levou armas dos vigilantes do local e, em seguida, fugiu em uma motocicleta. Segundo a Polícia, a agência bancária não possuía porta ou qualquer sistema de segurança que dificultasse a entrada de criminosos.

10 DE ABRIL

Durante a manhã, um grupo armado assaltou uma agência bancária da Caixa Econômica Federal, localizada em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Informações de policiais do 14º Batalhão da Polícia Militar (BPM) dão conta que três homens teriam rendido os seguranças e anunciado o assalto. Armados com fuzis, eles foram até os funcionários e roubaram dois malotes de dinheiro da agência e as armas dos seguranças.

10 DE ABRIL

Um grupo armado explodiu, durante a madrugada, uma agência bancária no município de General Sampaio (105 km de Fortaleza). Segundo informações da Polícia Militar, cerca de cinco homens teriam participado do ataque. Eles invadiram o estabelecimento bancário e detonaram os explosivos, mas não conseguiram levar dinheiro da unidade. Após a ação, os bandidos fugiram em dois veículos, sem serem identificados.

31 DE MARÇO

Cerca de seis homens fortemente armados assaltaram uma agência do Banco do Brasil (BB), em São Luís do Curu, 95,6 km de Fortaleza. O grupo, com fuzis e pistolas, invadiu o banco e levou uma quantia não informada. Houve troca de tiros com a Polícia, mas ninguém ficou ferido. Segundo a Polícia, a ação foi registrada no final da manhã, quando os criminosos renderam o segurança do banco, localizado no centro da cidade. Depois, eles entraram no local procurando o dinheiro em malotes. A Polícia Militar foi acionada e trocou tiros com os assaltantes, que seguem foragidos. Durante a ação, poucos clientes estavam no local.

30 DE MARÇO

Uma quadrilha de aproximadamente 10 homens, armada com pistolas e fuzis, invadiu o Banco do Brasil, do município de Novo Oriente (397 quilômetros de Fortaleza), no início da tarde. Os suspeitos quebraram a porta giratória e uma vidraça dentro do estabelecimento. Conforme a Polícia, no momento da ação havia clientes no banco, mas ninguém ficou ferido. Os acusados renderam os funcionários e exigiram uma quantia em dinheiro que estava no caixa. Após pegar o dinheiro, a quadrilha levou o segurança da agência como refém e fugiu em dois veículos, que foram incendiados em uma estrada carroçável.

16 DE MARÇO

Bandidos tentaram violar um dos cofres da Agência do Bradesco, no centro de Acopiara. De acordo com informações da Polícia Militar, indivíduos fizeram um buraco na parede do prédio, em seguida desativaram os sensores de movimento. Logo após tentaram violar um dos cofres, que foi danificado, porém os bandidos não conseguiram abri-lo. A tentativa de furto só foi detectada durante a manhã quando funcionários chegaram à agência.

10 DE MARÇO

Uma agência do Banco do Brasil no município de Coreaú, distante 298 km de Fortaleza, foi arrombada durante a noite. Segundo o Comando de Policiamento do Interior (CPI), um grupo, utilizando barras de ferro, quebrou a parede dos fundos e invadiu o estabelecimento bancário. Eles não encontraram dinheiro, mas levaram as armas dos vigilantes da agência. Após o furto, o bando fugiu sem ser identificado.

05 DE MARÇO

Um bando armado explodiu uma agência bancária do Bradesco no município de Ocara, distante 101 km de Fortaleza, durante a madrugada. Segundo informações da Polícia, os homens chegaram ao local e detonaram os explosivos em um dos caixas eletrônicos. Após a ação, os bandidos fugiram levando o dinheiro. Esse é o segundo ataque este ano na cidade: no último dia 2/2, uma quadrilha fortemente armada explodiu a agência do BB, deixando o prédio totalmente destruído, embora não tenham conseguido violar o cofre da agência.

02 DE MARÇO

Um grupo armado formado por cerca de quatro homens explodiu, durante a madrugada, uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) em Tamboril, 301,2 km de Fortaleza. Os criminosos danificaram parte do local, mas não conseguiram levar nenhuma quantia em dinheiro, conforme a Polícia Militar do município. A ação foi registrada por volta de 2h30min, quando populares acionaram a PM de Tamboril após ouvirem o barulho das explosões.

28 DE FEVEREIRO

A Polícia registrou durante a noite um assalto a agência da Caixa Econômica Federal no bairro do Bom Jardim, em Fortaleza. A ação criminosa foi efetuada por um grupo e quatro homens. Eles chegaram à agência afirmando que fariam a manutenção das máquinas e renderam dois funcionários. Armados de pistolas, eles obrigaram os funcionários a abrir o cofre e conseguiram levar R$ 150 mil. A ação demorou cerca de uma hora. Eles saíram do local sem levantar suspeitas.

27 DE FEVEREIRO

Um grupo de assaltantes explodiu uma agência do Banco do Brasil destruindo a parte da frente do prédio, durante a madrugada, no município de Mombaça (255,52 km de Fortaleza). Segundo populares, 12 homens tentaram roubar o banco, mas não conseguiram acessar o dinheiro dos caixas eletrônicos. Na fuga os suspeitos acabaram deixando duas bananas de dinamites dentro da agência.

23 DE FEVEREIRO

Um grupo formado por cerca de cinco homens sequestrou a família do gerente do Banco do Brasil de Missão Velha (535 km de Fortaleza), na Região do Cariri, e praticou um assalto à agência. De acordo com a Polícia, o gerente e seus familiares foram liberados, momentos após o bando tomar posse do dinheiro. Ainda conforme a Polícia, o sequestro aconteceu na noite do domingo (22). A família permaneceu em cárcere privado até a manhã de segunda (23), quando a agência foi aberta.

14 DE FEVEREIRO

Seis homens foram presos em flagrante, na madrugada de sábado, durante a madrugada, quando roubavam dinheiro do banco Santander localizado no pátio da reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC), no Benfica. Um dos caixas eletrônicos foi aberto com a ajuda de um maçarico. A PM conseguiu recuperar R$ 40 mil. O grupo chegou ao banco por volta de 1h, rendendo dois vigilantes que foram amarrados e trancados em uma sala. Um deles teria conseguido contato com um supervisor, que acionou a Polícia Militar. Com o grupo, a Polícia apreendeu, além dos R$ 40 mil em dinheiro, três revolveres, dois carros com placas adulteradas, além do material elétrico e hidráulico usado para abrir o equipamento. 

08 DE FEVEREIRO

Um caixa eletrônico do Banco do Brasil foi violado por um grupo de aproximadamente seis homens, durante a madrugada, na cidade de Miraíma (205 km de Fortaleza). Os criminosos usaram maçarico para abrir o equipamento, mas não conseguiram ter acesso ao compartimento onde as cédulas estavam armazenadas. Eles fugiram ao perceber a chegada da Polícia, sem levar o dinheiro. O arrombamento durou cerca de 15 minutos, até que testemunhas acionaram a Polícia, fazendo com que o grupo deixasse o local às pressas.

08 DE FEVEREIRO

A área de autoatendimento da Caixa Econômica Federal (CEF) de Quixadá teve quatro caixas eletrônicos violados. As caixas de depósito de envelopes com dinheiros e cheques estavam arrombadas e jogadas no chão. Após manter contato com o gerente da agência, a PM foi informada que a violação dos caixas eletrônicos teria ocorrido por volta das 6h30. A Polícia não informou quais os valores roubados da agência de Quixadá. Esse tipo de golpe é conhecido como “pescadinha” ou “língua de sogra”. Nele, os criminosos instalam uma espécie de anzol. Eles esperam por algumas horas os clientes efetuarem os depósitos dos envelopes e efetuam a “pesca”.

04 DE FEVEREIRO

Em Acarape, no Maciço de Baturité, a 54 km de Fortaleza, um grupo explodiu a agência do Bradesco por volta de 1h, de acordo com informações da Polícia Militar (BPM) de Baturité. A quadrilha, composta por cerca de dez homens, estava fortemente armada. Mesmo tendo explodido a agência, o grupo não conseguiu levar o dinheiro. Ninguém ficou ferido.

04 DE FEVEREIRO

Em Irauçuba, 168 km da capital cearense, um caixa eletrônico do Banco do Brasil foi violado e todo o dinheiro foi levado. O arrombamento foi registrado por volta das 4 horas da manhã. O caixa teria sido violado com um maçarico.

04 DE FEVEREIRO

Três criminosos arrombaram um caixa eletrônico do Bradesco na cidade de Acopiara usando um maçarico, levando todo o dinheiro do terminal.

02 DE FEVEREIRO

Uma quadrilha fortemente armada explodiu a agência do Banco do Brasil de Ocara (101Km de Fortaleza) durante a madrugada. Cinco ou seis homens participaram da ação, mas os criminosos não conseguiram levar nada. Segundo a Polícia, os suspeitos seguiram direto para a agência, onde instalaram os explosivos que destruíram a estrutura física do prédio. Como não conseguiram subtrair nada da agência, os assaltantes fugiram sem levar nada.

16 DE JANEIRO

Um grupo formado por cerca de dez homens, com armamento de grosso calibre, explodiu a agência do Banco do Brasil durante a madrugada, em Iracema (278,2 km de Fortaleza). A quantia levada não foi divulgada. A ação ocorreu por volta de 1 hora da manhã, quando os criminosos explodiram a agência e fugiram em direção ao Rio Grande do Norte. A ação durou entre 15 a 20 minutos Foram encontradas na agência munições de espingarda calibre 12 e de fuzil calibre 762. Enquanto uma parte dos criminosos instalava os explosivos, a outra seguiu para o destacamento da PM local. Muitos disparos foram efetuados contra a fachada do prédio, para evitar que os policiais saíssem e frustrassem a ação que estava sendo arquitetada no banco.

14 DE JANEIRO

Um grupo foi feito refém e um assaltante baleado após tentativa de roubo, sem sucesso, a carro-forte durante o final da tarde, na BR-116, próximo a cidade de Russas (160,1km de Fortaleza). Os criminosos estavam em uma camionete quando interceptaram o carro-forte. Eles usavam colete à prova de balas e escudos. Após tiroteio, eles abandonaram o carro, que possuía sinais de sangue. A quadrilha, de cerca de quatro pessoas, se refugiou em uma fazenda do município de Russas, onde fez os reféns. No entanto, por volta de meia noite, a quadrilha se entregou. Nenhum refém ficou ferido.

07 DE JANEIRO

Um bando tentou explodir os caixas eletrônicos da agência do Bradesco de Jardim, na região do Cariri. A ação não foi bem sucedida e o cofre do equipamento não foi aberto. Ninguém foi preso. No último dia 10 de dezembro, a agência do Banco do Brasil da Cidade foi explodida em ação semelhante.
 

Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Veja mais

 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO CEARÁ
   Rua 24 de Maio 1289 - Centro - Fortaleza - Ceará CEP 60020-001
(85) 3252 4266 / 3226 9194 - bancariosce@bancariosce.org.br
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
  www.igenio.com.br