RSSYoutubeTwitter Facebook
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Ataques a Bancos em 2016

29 DE DEZEMBRO

Bandidos entraram no Banco do Brasil do Frifort, em Caucaia, durante a madrugada. Com um maçarico arrombaram uma máquina de atendimento rápido em apenas seis minutos.
 

29 DE DEZEMBRO

Em Cariús (411 km de Fortaleza), dois assaltantes tentaram arrombar o caixa eletrônico do Bradesco. Sem sucesso, os suspeitos explodiram o equipamento. Antes de realizar o crime, a dupla bloqueou a saída do destacamento policial mais próximo.

29 DE DEZEMBRO

Um grupo fortemente armado atacou, por volta das 2h50min da madrugada, a agência do Bradesco da cidade de Apuiarés (Sertão Central). O Comando de Policiamento do Interior (CPI), informou que a ação envolveu cerca de 15 homens que usaram explosivos e conseguiram levar dinheiro da agência. Houve troca de tiros com a PM, já que parte do grupo entrou em confronto com policiais, enquanto outros homens da quadrilha atacavam a agência bancária. Ninguém saiu ferido.


17 DE DEZEMBRO

Por volta das 4h da madrugada, um grupo armado de cerca de 20 homens atacou a agência do Bradesco do município de Monsenhor Tabosa, além de uma agência dos Correios onde funciona um banco postal do BB. O grupo usou explosivos e armas de grosso calibre. Nos correios, apesar das explosões, o cofre não foi atingido. No Bradesco, entretanto, os bandidos conseguiram assaltar a agência.
 

14 DE DEZEMBRO

Em Umari (400 km de Fortaleza), bandidos explodiram caixas eletrônicos do Bradesco por volta das 3h da madrugada. Eles tentaram dinamitar os caixas, mas os explosivos não surtiram efeito. Então, os bandidos atiraram nas bananas de dinamite, chegando a atingir os caixas, mas sem sucesso.

14 DE DEZEMBRO

Um grupo com cerca de oito homens trajando coletes à prova de bala atacou a agência do Bradesco, por volta da 1h30min, em Ibaretama (150 km de Fortaleza), Sertão Central do Estado. Uma parte da quadrilha ainda dirigiu-se ao destacamento da Polícia Militar (PM) e passou a disparar contra o prédio, impedindo a saída dos policiais. Nenhum PM ficou ferido. Ainda segundo o relato, os criminosos explodiram caixas eletrônicos, mas não teriam conseguido ter acesso ao dinheiro. Entretanto, a estrutura do prédio foi bastante danificada com a explosão. Este foi o segundo ataque que o banco sofreu este ano.
 

07 DE DEZEMBRO

Quatro homens chegaram ao município de Bela Cruz, a 242 quilômetros de Fortaleza e adentraram uma agência do Bradesco da Cidade, armados a revólver. O vigilante teve a arma roubada e quando o grupo estava prestes a começar o roubo, outro vigilante, que ainda não havia sido notado, efetuou disparos. A quadrilha fugiu em um veículo. O crime aconteceu no horário de atendimento. As pessoas se assustaram e houve correria. A situação fez com que o grupo de criminosos se dispersasse, segundo a polícia.
 

05 DE DEZEMBRO

Por volta das 2h da madrugada, um grupo de homens armados explodiu e tentou assaltar a agência do Banco do Brasil do município de Marco, região norte do Estado. Uma parte do grupo, fortemente armada, teria investido contra a sede do policiamento do município, enquanto outra parte foi para a agência, explodindo prédios e destruindo os caixas eletrônicos, que estavam vazias, o que impediu os bandidos de terem êxito no assalto.
 

24 DE OUTUBRO

Um grupo de três homens invadiu e arrombou um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil no Centro do Crato, durante a madrugada. Segundo a polícia, dois homens teriam entrado no interior da agência munidos de vários equipamentos como maçarico, pé de cabra e alicates. Enquanto os comparsas arrombavam o caixa, o terceiro dava cobertura do lado de fora da agência. Os bandidos conseguiram arrombar o caixa, mas não teriam levado nenhuma quantia, pois uma viatura que fazia rondas ostensivas no local teria assustado o grupo que fugiu deixando para trás ferramentas e notas de dinheiro espalhadas pelo banco.
 

17 DE OUTUBRO

Um policial civil e dois assaltantes ficaram feridos após troca de tiros em uma “chegadinha bancária”, durante a manhã, no Banco do Brasil do bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza. De acordo com a Polícia, o policial foi baleado na perna e transferido para o hospital, mas sem risco de morte. Na fuga, os bandidos roubaram um carro e a Polícia os perseguiu. Dois quarteirões depois, um bandido foi alvejado com um tiro na face, outro foi preso e um terceiro fugiu. Não se sabe se o fugitivo conseguiu levar o dinheiro do assalto.
 

09 DE OUTUBRO

Uma agência da Caixa Econômica Federal, na Av. Osório de Paiva, em Fortaleza, foi invadida durante a madrugada. De acordo com a Polícia, câmeras de segurança foram violadas, janelas e portas de vidro quebradas e o cofre foi arrombado, após um grupo invadir o local. Os suspeitos levaram ainda dois coletes balísticos e as armas dos vigilantes. Segundo testemunhas, os bandidos entraram por um buraco no muro em um terreno baldio, ao lado da agência. Após quebrar um compartimento, eles tiveram acesso ao banco. Entretanto, o sensor de fumaça foi acionado e o grupo fugiu rapidamente.
 

06 DE OUTUBRO

Uma agência do Banco do Brasil foi explodida durante a madrugada na cidade de Ipaumirim. Segundo a polícia militar, 12 homens encapuzados e armados com fuzis e escopetas fizeram cerca de 10 reféns e os usaram como escudo na fuga.
 

11 DE SETEMBRO

Durante a tarde do domingo, bandidos arrombaram a agência do Banco do Brasil da Av. Francisco Sá e com um maçarico violaram um caixa eletrônico do local. A quantia levada não foi revelada. No mesmo dia, também houve um arrombamento na agência do BB da Av. Monsenhor Tabosa. Não se tem informação se os assaltantes conseguiram levar o dinheiro dos caixas.
 

07 DE SETEMBRO

A agência da Caixa Econômica Federal do município de Tamboril (284 km de Fortaleza) foi atacada, durante a madrugada, por um grupo formado por cerca de 10 homens fortemente armados. Na ação, uma parte do grupo fez disparos contra a delegacia e o destacamento policial do município, enquanto outro grupo se deslocou para a agência, onde arrombou portas e chegou ao cofre, mas não conseguiu detonar os explosivos. 

02 DE SETEMBRO

Um grupo explodiu, durante a madrugada, uma agência bancária em Barreira, a 72 quilômetros de Fortaleza. De acordo com a Polícia Militar, os bandidos armados invadiram a cidade por volta de 1h30 e explodiram uma agência bancária do Bradesco, no Centro da cidade. O grupo, composto por oito a dez homens, se dividiu nas entradas estratégicas da cidade, segundo a PM. Parte do grupo seguiu para a agência bancária e conseguiu explodir o caixa eletrônico. Outra parte da quadrilha se dividiu no entorno, fazendo a proteção durante o ataque. Um habitante foi ferido na perna pelos assaltantes.
 

22 DE AGOSTO

Bandidos arrombaram o cofre da Caixa Econômica Federal de Horizonte e levaram todo o dinheiro. A ação ocorreu na madrugada, mas só foi percebida pela manhã. Por volta de 1h da madrugada, os criminosos entraram no banco pela janela de acesso a sala de arquivo e depois abriram também as portas da tesouraria e da sala técnica. Em seguida, os ladrões fizeram um buraco na parede da sala do cofre para saber a exata localização do equipamento. A polícia acredita que os bandidos utilizaram uma serra elétrica (maquita) para ter acesso ao cofre pela parte de trás.


11 DE AGOSTO

Um carro-forte foi explodido durante a tarde, na rodovia BR-222, nas proximidades do Km 82, em São Luís do Curu (79 km da Capital). A ação ocorreu por volta das 16h. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo foi interceptado pelo bando, utilizando caminhonetes. De acordo com testemunhas, os bandidos estavam com os rostos cobertos por balaclavas e portavam armas longas, de grosso calibre. Alguns disparos foram efetuados e o veículo de transporte de valores parou. Os bandidos então usaram explosivos e conseguiram acessar o cofre do carro-forte. Não houve feridos. Os suspeitos retiraram o cofre e o colocaram na caminhonete.
 

11 DE AGOSTO

Um ataque ousado a um caixa eletrônico do Banco do Brasil foi realizado em Fortaleza, durante a noite. Dois homens com os rostos cobertos invadiram o prédio da vice-prefeitura da capital, algemaram os guardas municipais e arrombaram o caixa com um maçarico. Toda a ação durou seis horas. Os suspeitos entraram no local quando as atividades já haviam se encerrado, por volta das 20h, por um portão lateral. Os guardas municipais foram rendidos e algemados dentro de uma sala. Enquanto isso, os bandidos foram ao caixa e retiraram o dinheiro. Por volta das 2h da madrugada, os suspeitos encerraram a ação e liberaram os reféns, fugindo em seguida.
 

10 DE AGOSTO

Bandidos explodiram a agência da Caixa Econômica Federal (CEF) na região do Sertão Central, durante a madrugada. A quadrilha ainda tentou explodir a agência do Banco do Brasil, mas a Polícia frustrou a ação. Houve uma intensa troca de tiros entre os policiais e a quadrilha e um dos bandidos morreu. O restante da quadrilha conseguiu fugir. Segundo a Polícia, a ação aconteceu por volta de 3h. Cerca de 20 homens fecharam a avenida onde ficam as agências da CEF e do Banco do Brasil. A quadrilha estava fortemente armada. Enquanto a ação acontecia, vários disparos eram feitos, o que deixou a população assustada. O primeiro alvo foi o prédio da Caixa. Utilizando explosivos, os bandidos conseguiram abrir o cofre. Quando tentavam realizar a segunda explosão, desta vez, contra a agência do Banco do Brasil, equipes da Polícia chegaram e frustraram a ação. Uma pessoa foi levada como refém, mas foi liberado em seguida.

08 DE AGOSTO

Arrombamento na agência do Banco do Brasil Frifor (Caucaia). Vários equipamentos da agência ficaram danificados com a ação dos bandidos, o que impossibilitou o funcionamento da unidade durante este dia.
 

02 DE AGOSTO

Cerca de dez homens explodiram a agência do Bradesco em Tamboril, no sertão central, durante a madrugada. Enquanto uma parte da quadrilha realizada a ação, a outra alvejava o destacamento policial do município para inibir a ação da Polícia. No entanto, eles não conseguiram ter acesso ao dinheiro. De acordo com um PM, os criminosos pareciam não saber, inicialmente, onde se localizava o cofre, devido as várias explosões feitas em diversos pontos dos bancos. Temendo a chegada de reforços, eles fugiram, mesmo após já terem conseguido localizar o cofre da agência.
 

1º DE AGOSTO

Uma tentativa de arrombamento foi registrada durante a madrugada na agência do Bradesco do município de Cedro (429 km de Fortaleza). Informações da Polícia Militar dão conta de que pelo menos 10 homens estariam envolvidos na ação, mas não teriam levado nada do local, mesmo após chegar ao cofre da agência. Antes de entrar no banco, o bando teria se dividido: uma parte teria ido ao destacamento militar enquanto a outra invadia a agência.
 

31 DE JULHO

Um grupo de assaltantes arrombou dois caixas eletrônicos de uma agência do Santander localizado no cruzamento da Avenida Desembargador Moreira com Santos Dumont durante a noite. De acordo com a polícia, os homens conseguiram retirar o dinheiro dos equipamentos e também conseguiram arrombar a tesouraria do banco, além de tentarem entrar no cofre principal.
 

31 DE JULHO

Uma quadrilha de pelo menos 10 pessoas invadiu uma agência do Banco do Brasil no município de Pedra Branca, a 261,6 km de Fortaleza. Conforme o Pelotão da Polícia Militar da região, o grupo provocou explosões nos caixas automáticos para levar dinheiro. O crime ocorreu por volta de 00h15min. O grupo fez vários vigilantes de rua e pessoas que passavam nas proximidades de reféns e tomou de assalto as motos dos guardas. Os reféns foram liberados na saída da cidade.

 

29 DE JULHO

Uma explosão deixou uma agência bancária destruída durante a madrugada em Parambu (405 km de Fortaleza). Segundo a polícia, pelo menos 15 homens, divididos em carros e motos, participaram da ação. Uma parte se dirigiu ao banco e outra foi ao destacamento policial para impedir que o crime fosse evitado. Após pelo menos três explosões no local, onde dois caixas eletrônicos teriam sido violados. Os criminosos fugiram.
 

05 DE JULHO

Três assaltantes foram presos após roubarem um homem e levarem uma carteira sem dinheiro na Av. Mister Hull, em Fortaleza. A vítima foi abordada na saída de uma agência bancária do Banco do Brasil, mas como não conseguiu sacar dinheiro teve apenas os documentos levados pelos três. Após perceberam que a saidinha bancária havia sido frustrada, os suspeitos assaltaram pessoas que estavam em uma parada de ônibus nas proximidades da agência. Durante a ação um homem armado percebeu o roubo e atirou contra os homens. Um dos suspeitos foi baleado.
 

29 DE JUNHO

Um homem suspeito de uma saidinha bancária foi baleado na perna durante a fuga e preso na Avenida João Pessoa, no bairro Parangaba, em Fortaleza. O caso foi registrado por volta das 14 horas. A vítima havia sacado a quantia de R$ 25 mil na agência do Bradesco e se dirigia para um carro, quando dois homens em uma motocicleta anunciaram o assalto. Na fuga, os suspeitos caíram da moto e saíram correndo. Os dois se separaram e um deles foi flagrado por um policial militar a paisana, que efetuou um disparo de contenção na perna. Já o outro tomou uma motocicleta de assalto e fugiu.
 

22 DE JUNHO

A agência do Banco do Brasil de Madalena, no Sertão Central, foi alvo de uma tentativa de arrombamento, por volta das 2h da madrugada. As vidraças do banco foram quebradas durante uma troca de tiros dos bandidos com a polícia e a ação foi frustrada quando estava em andamento, pois os policiais chegaram rapidamente ao local no momento em que o grupo tentava invadir a agência. Ninguém ficou ferido.

22 DE JUNHO

A agência do Bradesco de Aracoiaba foi invadida por dois homens encapuzados. Eles quebraram a porta de vidro, revistaram tudo na agência, mas não conseguiram levar nada. A polícia suspeita que a dupla tenha ido ao local levantar informações sobre a localização do cofre dentro do prédio.
 

18 DE JUNHO

Dois furtos a banco foram descobertos durante a manhã, na cidade de Fortim, no Litoral Leste, a 132 quilômetros de Fortaleza, e em Várzea Alegre, a 446 quilômetros da Capital. Assaltantes invadiram agências do Banco do Brasil das cidades e a ação só foi descoberta no dia seguinte. O valor levado pelos criminosos não foi revelado. No assalto à agência de Fortim, os criminosos usaram maçarico.

18 DE JUNHO

O caixa eletrônico que fica dentro da sede do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE), no Centro de Fortaleza, foi explodido e todo o dinheiro roubado no início da manhã, por volta das 6h30min. Dois homens chegaram ao local, renderam e amarraram o segurança e se dirigiram diretamente ao caixa eletrônico do segundo andar. A quantia levada pelos assaltantes não foi revelada.
 

17 DE JUNHO

Vigilantes da Universidade Regional do Cariri (URCA) foram rendidos por pelo menos cinco criminosos armados que invadiram o Campus Pimenta, no Crato, e arrombaram um caixa eletrônico que fica na unidade. A ação aconteceu durante a madrugada. A quadrilha usou um maçarico para tentar arrombar o caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal. Os dois vigilantes foram amarrados enquanto os bandidos tentaram abrir o caixa. O material usado na ação foi abandonado no local.
 

16 DE JUNHO

Durante a madrugada, cerca de dez homens explodiram a agência do Banco do Brasil de Cariús, região Centro-Sul do Ceará. A ação aconteceu por volta da 0h55min, mas não conseguiram abrir o cofre da agência. Enquanto parte do grupo atacava a agência, alguns dos criminosos dirigiram-se ao destacamento da Polícia Militar (PM) no Município e atiraram contra o prédio para evitar a saída dos policiais. Ainda conforme o CPI, um vigilante de rua foi rendido durante a ação e liberado durante a fuga. Os bandidos tentaram arrastar o cofre da unidade até um carro que estava estacionado próximo à entrada da agência, mas desistiram e o abandonaram próxima à porta da unidade.
 

15 DE JUNHO

A agência do Banco do Brasil de Capistrano, no Maciço de Baturité, foi alvo de mais uma ação criminosa contra bancos durante as primeiras horas da madrugada. Os bandidos usaram dinamite para explodir a agência e o prédio ficou completamente destruído. Entretanto, as informação são de que os assaltantes não tenham conseguido levar nenhuma quantia. Cerca de 20 homens teriam participado da ação. Parte da quadrilha se dividiu: enquanto uns se dirigiram ao banco, outros atiravam contra o destacamento policial.

14 DE JUNHO

Em Coreaú (275km de Fortaleza), na região norte do Estado, bandidos tentaram roubar o Banco do Brasil da cidade. Os criminosos tiveram acesso ao interior da agência por meio de um buraco na parede da sala dos vigias. Em seguida, foram até a sala do cofre e tentaram arrombar o equipamento utilizando maçarico, mas não tiveram sucesso. Na fuga, eles levaram as armas e os coletes dos vigilantes e as câmeras de filmagem que estavam no local.
 

13 DE JUNHO

Uma tentativa de explosão em um caixa eletrônico no mirante da Praia de Morro Branco, em Beberibe foi frustrada durante a madrugada, por volta de 3h da manhã. Segundo a Polícia Militar, cinco homens teriam utilizado uma bomba de dinamite para tentar o acesso ao caixa, mas não obtiveram sucesso. Quando a polícia chegou ao local, os assaltantes já tinham fugido, deixando apenas uma marreta e um pé de cabra.
 

07 DE JUNHO

Um supervisor administrativo do Bradesco, de Parambu, no Sertão dos Inhamuns, esteve sob a mira das armas de criminosos das 21h30 da noite do dia 6, até, aproximadamente, às 7 horas do dia 7. Ele só foi libertado após solicitar acesso ao dinheiro à gerência do banco. A esposa e as filhas dele, além de uma babá, também foram feitas reféns na casa da família. Enquanto parte do grupo conduzia o funcionário à agência, os demais mantinham a família em cárcere. O homem, de identidade preservada, foi libertado na CE-151. Os criminosos, cerca de seis — segundo depoimento do funcionário —, fugiram levando o carro do funcionário.
 

04 DE JUNHO

Cerca de dez homens invadiram a cidade de Choró, no Sertão Central, durante a madrugada e explodiram o caixa eletrônico do Bradesco. Os explosivos não foram suficientes para abrir o equipamento e os bandidos não conseguiram levar nenhuma quantia. É a quarta ação contra bancos e correspondentes bancários na cidade em menos de um ano. Segundo a população, a agência havia sido reformada após a última ação de assaltantes e funcionava há apenas quatro meses. O fato aconteceu por volta de 3h da madrugada e o bando portava armas de grosso calibre. Enquanto uma parte do bando se dirigiu a agência, outra parte da quadrilha se deslocou para o destacamento da PM a fim de impedir a ação dos policiais.

04 DE JUNHO

A agência do Banco do Brasil do município de Aracoiaba, na região do Maciço de Baturité, foi assaltada durante a madrugada. Os homens usaram um maçarico para abrir dois caixas eletrônicos. A Polícia ainda não sabe informar quantos homens teriam participado da ação, que aconteceu por volta das três horas da madrugada. Os homens colocaram lonas pretas na vidraça do banco para impedir a população de ver o que acontecia. Segundo informações da população, o alarme do banco não disparou.
 

03 DE JUNHO

Cerca de cinco homens fortemente armados invadiram a agência do Bradesco em Morada Nova. O grupo chegou ao local e recolheu o dinheiro das pessoas que estavam na fila do caixa eletrônico. Ninguém ficou ferido. Ação ocorreu por volta de uma hora da tarde e, segundo testemunhas, houve correria e pânico de pessoas que estavam nos arredores da agência.
 

02 DE JUNHO

Uma agência do Banco do Brasil de Monsenhor Tabosa, no Sertão Central, foi explodida com dinamite por um grupo criminoso composto por pelo menos quatro pessoas, por volta da 0h30min. Segundo informações da Polícia Militar, o banco não havia sido abastecido e os criminosos levaram cerca de R$ 600. A PM informa que os criminosos portavam armas longas, mas não chegaram a disparar contra o destacamento.
 

31 DE MAIO

Uma tentativa de roubo foi registrada contra uma agência bancária do Banco do Brasil, durante a madrugada, em Itaitinga, 27 km de Fortaleza. Um caixa eletrônico foi violado, mas nenhuma quantia foi levada, segundo informações preliminares da Polícia Civil. A ação foi registrada por volta das 4 horas, mas nenhum suspeito foi encontrado no local. Os materiais utilizados no arrombamento foram recolhidos pela Perícia. Tudo indica que os assaltantes não conseguiram levar o dinheiro porque a máquina estava desabastecida.
 

30 DE MAIO

Durante a manhã, uma quadrilha armada com fuzis roubou um carro-forte na CE-404, município de Acopiara. Segundo a polícia, pelo menos cinco homens abordaram o carro e explodiram o cofre para levar o dinheiro que estava sendo transportado. O carro-forte saiu de Iguatu levando o dinheiro para abastecer uma agência de Acopiara. Ninguém saiu ferido.
 

17 DE MAIO

Cerca de oito criminosos atacaram e explodiram um carro-forte da empresa Corpvs, no Km 28 da rodovia CE-226, em Jaguaribe, no Interior do Ceará. Na ação, a quadrilha rendeu os vigilantes e fugiu levando o dinheiro que era transportado para a cidade de Iguatu e as armas dos profissionais de segurança. Durante a ação, um vigilante ficou ferido ao ser atingido por estilhaços no rosto. Outros dois foram feitos reféns. Segundo a polícia, os tiros que atingiram o carro forte teriam sido de fuzil.50, arma capaz de quebrar vidros blindados.
 

17 DE MAIO

Criminosos armados arrombaram um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil de Forquilha (230km de Fortaleza) e fugiram com uma quantia de dinheiro não informada. O ataque foi registrado às 4 horas da madrugada, quando a PM foi acionada para a agência, localizada no Centro da cidade. Os suspeitos espalharam grampos em ruas e avenidas para evitar perseguição. Os bandidos usaram um maçarico para ter acesso aos caixas.
 

05 DE MAIO

Criminosos arrombaram  uma agência do Banco do Brasil, durante a madrugada, em Horizonte, a 40 km de Fortaleza. Segundo a PM, os suspeitos teriam utilizado um maçarico para violar o caixa da agência.
 

1º DE MAIO

Uma quadrilha arrombou a parte de trás do prédio em que funciona a agência do Banco do Brasil de Icapuí (202km de Fortaleza) e conseguiu furtar o dinheiro que estava no estabelecimento.  O crime só foi percebido na manhã seguinte. Segundo a polícia, os suspeitos alugaram um ponto comercial vizinho ao banco, quebraram a parede que dava acesso à sala do cofre do agência e conseguiram entrar no compartimento de segurança. A polícia informou ainda que ao entrar na agência, os criminosos desligaram o sistema de monitoramento da agência e as imagens da ação não foram captadas.
 

29 DE ABRIL

Um grupo fortemente armado com fuzis atacou e explodiu um carro-forte da empresa Prosegur, durante a manhã, na localidade de Triunfo, em Ibaretama, a 134 km de Fortaleza. Os suspeitos ainda trocaram tiros com a Polícia Militar e fugiram em direção ao município de Ocara. Ninguém ficou ferido. Os suspeitos renderam o motorista do carro-forte, explodiram o cofre e conseguiram levar uma quantia não informada. O ataque ocorreu próximo à BR-116, e o carro-forte fazia o trajeto Fortaleza-Ibaretama.

28 DE ABRIL

Quatro homens arrombaram um caixa eletrônico Banco 24h em um supermercado no bairro Curió, próximo a Messejana, em Fortaleza. Segundo a polícia, os bandidos tentaram levar o caixa, mas não conseguiram. Então, danificaram o equipamento, mas ainda assim não conseguiram levar o dinheiro.
 

25 DE ABRIL

Um empresário norte-americano do ramo de comércio de imóveis foi baleado durante uma saidinha bancária na agência do Banco do Brasil da Avenida Abolição, no bairro Meireles, em Fortaleza. De acordo com a polícia, o americano foi abordado por uma dupla de moto, deram uma coronhada na cabeça e efetuaram os disparos. Um deles atingiu a perna do estrangeiro. O circuito externo de segurança do banco flagrou toda a ação. Segundo um acompanhante da vítima, ele mora em Fortaleza há 15 anos e era a primeira vez que utilizava aquela agência.
 

18 DE ABRIL

Um policial morreu e uma funcionária de uma empresa de frios foi baleada durante uma chegadinha bancária no Bradesco, em Pacajus, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O crime aconteceu no começo da tarde. Segundo a perícia, o policial realizaria o depósito de um malote quando foi surpreendido por dois assaltantes. Os suspeitos estavam esperando pelo policial e a vítima não reagiu ao assalto. A arma do PM permanecia ainda no coldre. Um vídeo do circuito interno de segurança mostra o momento em que o policial se rende e, mesmo assim, é alvejado. Em relação à mulher (que teria sido atingida no abdômen), as testemunhas informaram que ela estava no interior da agência e que foi vítima de bala perdida.
 

17 DE ABRIL

Um bando fortemente armado explodiu o Banco do Brasil localizado no Centro de São João do Jaguaribe, a 213 km de Fortaleza, por volta das 1h45min. De acordo com a polícia, enquanto uma parte do bando realizava a explosão, outros atiravam para cima nas imediações do banco. Ao mesmo tempo, outros integrantes ateavam fogo em uma van, numa rodovia que liga o centro da Cidade à BR-116. Policiais ficaram "encurralados" no destacamento e nenhum foi atingido por disparos.
 

11 DE ABRIL

Cerca de 15 a 20 homens portando armas longas sitiaram a cidade de Independência, no interior do Ceará, e assaltaram duas agências bancárias do município: Banco do Brasil e Bradesco, por volta das 17h30min. O grupo fugiu levando reféns. Os reféns foram liberados aos poucos pelo grupo armado. Ninguém se feriu. Uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) se encaminhou para a cidade para desarmar artefatos explosivos deixados pelos criminosos em um cofre de um dos bancos.



08 DE ABRIL

Um caixa eletrônico do Banco do Brasil, localizado dentro da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab),  foi arrombado durante a madrugada, na rua Antônio Pompeu, no Centro de Fortaleza. A ação foi registrada às 4 horas da manhã, e a quantia levada não foi informada pela Polícia Militar. Segundo a Polícia, os suspeitos entraram no local e renderam o vigilante. O ataque foi realizado por um grupo formado por cerca de cinco homens.


07 DE ABRIL

A agência do Banco do Brasil de Morrinhos (184Km de Fortaleza), no Litoral Norte do Estado, foi atacada por volta da 1h30min da madrugada por cerca de dez homens armados com fuzis, escopetas e pistolas que detonaram explosivos nos caixas eletrônicos da agência. Os criminosos, porém, não conseguiram ter acesso ao dinheiro. Conforme a PM, o grupo atirava para o alto durante a ação, numa forma de intimidar os policiais do destacamento. Ninguém ficou ferido com os disparos.
 

04 DE ABRIL

Uma agência do Banco do Brasil foi atacada por volta das 2h10min da madrugada em Orós, a 352km de Fortaleza. Segundo informações da Delegacia Municipal de Orós, o grupo era composto por cerca de 20 pessoas. Eles ocuparam a cidade em diversos pontos e passaram a disparar a esmo, valendo-se de um forte armamento, com fuzis, escopetas e pistolas. O grupo ainda queimou um carro na ponte da entrada da cidade. Outra estratégia utilizada pelo grupo para impedir o acesso ao Município foi o uso de pregos nas entradas e saídas da cidade. No banco, o grupo utilizou explosivos para ter acesso ao cofre. Toda a ação durou cerca de 30 minutos.
 

29 DE MARÇO

Um sargento da 1ª Cia/5º BPM foi vítima de uma saidinha bancária, próximo à Av. José Bastos, em Fortaleza. Dois indivíduos armados em uma moto colocaram o sargento de joelhos e levaram R$ 1.600,00 e a arma do policial. O tempo todo eles ameaçavam um parente do policial e o próprio sargento apontando armas para suas cabeças.

28 DE MARÇO

Uma tentativa de assalto em frente à Ceasa (Centro de Abastecimento do Ceará), em Maracanaú, na região metropolitana de Fortaleza, acabou com a prisão de três homens durante a manhã. De acordo com a Polícia, a tentativa de assalto teria sido na agência do banco Santander, que fica próximo ao local. Os policiais trocaram tiros com os assaltantes, que foram detidos logo depois nas proximidades, em um matagal.
 

23 DE MARÇO

Uma agência do banco Bradesco foi atacada por criminosos por volta das 2h10min da madrugada, na cidade de Ibaretama (Sertão Central). De acordo com a Polícia Militar, o banco foi alvo de disparos e teve um caixa eletrônico violado. Explosivos foram utilizados no caixa, mas não chegaram a ser detonados. O grupo não teve acesso ao dinheiro, conforme atestado pelo gerente da agência. Por causa dos explosivos não detonados, o banco foi isolado.


19 DE MARÇO

O Sindicato dos Bancários do Ceará recebeu denúncia da população de Paraipaba (cerca de 93km de Fortaleza) a respeito de um arrombamento de um caixa eletrônico do Banco do Brasil do município com uso de maçarico. A ação aconteceu durante a madrugada do feriado de São José. Ninguém foi preso.
 

03 DE MARÇO

Uma agência do Bradesco foi atacada por volta da 1 hora da madrugada, em Senador Sá, a 297,3km de Fortaleza. Conforme informações do destacamento da Polícia Militar (PM) no Município, cerca de dez homens, armados, participaram da ação, utilizando carros e motos.
A PM ainda divulgou que o grupo cercou a sede do destacamento policial, impedindo a saída dos oficiais. Enquanto outra parte da quadrilha foi ao banco e explodiu, usando dinamite, o cofre da agência.

01 DE MARÇO

O gerente do Banco do Brasil de Campos Sales foi sequestrado durante a manhã e teve a família feita refém por várias horas. De acordo com a Polícia, a ação foi descoberta quando o gerente teria ido à agência sacar o dinheiro exigido pelo bando. Quando os criminosos descobriram que a Polícia tinha tomado conhecimento da ação, eles ligaram para o gerente e libertaram os familiares (a esposa, dois filhos e a empregada) deixados à 10 km da sede do município em uma estrada vicinal. A quadrilha era composta por cerca de dez homens, que fugiram sem levar nada.
 

19 DE FEVEREIRO

Os moradores de Madalena (180 km de Fortaleza) foram acordados durante a madrugada com tiros de fuzil para desviar a atenção da quadrilha que invadiu a agência do Banco do Brasil da cidade numa tentativa frustrada de roubo. Enquanto parte do bando amedrontava a população, outros cortaram a energia da agência e invadiram o local, instalando uma bomba junto ao cofre. Entretanto, o artefato falhou. De acordo com a polícia, nada foi levado e nenhum caixa foi danificado. A quadrilha fugiu.

17 DE FEVEREIRO

A agência do banco Bradesco da cidade de Solonópole, na região Central do Ceará, foi mais uma vez roubada. O mesmo estabelecimento bancário havia sido assaltado recentemente, no último dia 20 de novembro de 2015. Segundo a polícia, durante a manhã, a agência foi roubada por dois assaltantes. A dupla foi visualizada nas filmagens, por incrível que pareça, a polícia identificou sendo os mesmo do crime anterior. Os bandidos estavam portando arma de fogo, entraram na agência e renderam os vigilantes. Os funcionários e os clientes que estavam dentro do banco foram mantidos refém, mesmo assim, os assaltantes não conseguiram levar nenhuma quantia em dinheiro, fugindo em seguida em uma moto.

 

15 DE FEVEREIRO

Um trio do bairro Jardim Iracema foi preso suspeito de participação em uma saidinha bancária na Caixa Econômica de Caucaia. Os três homens também são investigados por uma chegadinha no Bradesco do Conjunto Ceará, no mesmo dia. Segundo a Polícia, a vítima havia retirado quase R$ 10 mil para a compra de um carro. Dois suspeitos abordaram a pessoa ordenando que passasse o dinheiro que ela havia sacado.

10 DE FEVEREIRO

O cofre da agência do Banco do Brasil de Cariús (411 km de Fortaleza) foi arrombado durante o feriado de Carnaval, mas o fato só foi percebido na Quarta-Feira de Cinzas, quando os funcionários voltaram ao trabalho. Os suspeitos ainda teriam ido até aos caixas eletrônicos antes de arrombar o cofre.
 

04 DE FEVEREIRO

Um grupo realizou um assalto a agência do Banco do Brasil de Novo Oriente (398 km de Fortaleza). A Polícia foi acionada por volta das 9h10 da manhã, mas os assaltantes deixaram os clientes e funcionários durante 40 minutos como reféns dentro da unidade, tempo em que esperavam a abertura do cofre. Uma parte do banco ficou do lado de fora da agência atirando para o alto. O bando fugiu levando reféns como escudo.
 

02 DE FEVEREIRO

Durante a tarde foram registradas DUAS saidinhas bancárias no bairro Benfica, em Fortaleza. Na primeira, um homem teve R$ 4 mil roubados por uma dupla de moto, após ser abordado na parada de ônibus, depois de sacar o dinheiro na agência do Santander, na Av. 13 de Maio. A polícia acredita que a mesma dupla baleou um homem durante outra saidinha que aconteceu minutos depois, na mesma avenida. Um homem foi atingindo com um tiro na perna depois de reagir ao assalto. Segundo a polícia, ele foi abordado também por dois homens em uma moto, ao sair da agência do Banco do Brasil, localizado na avenida. Os criminosos fugiram levando o dinheiro que a vítima tinha sacado.
 

1º DE FEVEREIRO

Um arrombamento foi registrado durante a madrugada no Banco do Brasil de Farias Brito, 481,1 km de Fortaleza. A ação foi notada durante a manhã pelo vigilante do estabelecimento, que chamou a Polícia Militar. Segundo a PM, o local foi arrombado com materiais de ferro, e alguns objetos foram furtados. A quantia levada não foi informada.
 

23 DE JANEIRO

A Polícia prendeu durante a madrugada uma quadrilha que iria assaltar a agência do Banco do Nordeste no município do Eusébio, região metropolitana de Fortaleza. Os suspeitos foram capturados quando estavam dentro da unidade com maçaricos e chave de fenda, dentre outros materiais, para arrombar o caixa eletrônico. Os assaltantes foram detidos quando os policiais em uma viatura desconfiaram de um carro estacionado na frente da agência.
 

Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Veja mais

 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS DO CEARÁ
   Rua 24 de Maio 1289 - Centro - Fortaleza - Ceará CEP 60020-001
(85) 3252 4266 / 3226 9194 - bancariosce@bancariosce.org.br
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
  www.igenio.com.br