Itaú Unibanco lidera lista de reclamações de clientes no Procon em 2011

11

A maior parte das reclamações dos consumidores aos Procons em 2011 concentrou-se nos segmentos financeiros e de telecomunicações. Dos 1,6 milhão de atendimentos registrados ao longo do ano, 81,9 mil foram relacionadas ao grupo Itaú.

O banco, que demitiu mais de quatro mil funcionários em 2011 e prejudicou o atendimento aos clientes, é seguido pela Oi (80,8 mil), Claro-Embratel (70,1 mil) e Tim-Intelig (27,1 mil).


O boletim do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (Sindec), divulgado na sexta-feira (13/1) pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça, mostrou que assuntos financeiros, telecomunicações e alguns produtos como aparelho celular, computadores, dvds, móveis e eletrodomésticos de linha branca somam 57,75% do total de atendimentos.


Entre os problemas enfrentados pelos consumidores estão as cobranças (35,46%), ofertas (19,99%), contratações (11,62%) e qualidade (11,19%). As mulheres representam 54,69% das pessoas que procuraram os Procons em 2011. A maioria dos consumidores tem entre 31 e 40 anos.


Os jovens até 20 anos somam 2,12%, o menor percentual registrado. Porém, é um número importante, pois representa mais de 22 mil jovens consumidores que, conscientes de seus direitos, procuraram os Procons.


Ao longo do ano, as 346 unidades do Procon no País realizaram 1,6 milhão de atendimentos, segundo o levantamento – uma média mensal de 141.402 consumidores.