SEEB/CE lança Coletivo de gênero, raça/etnia e diversidade sexual

42

Com o objetivo de discutir temas no âmbito dos direitos humanos e cidadania, a Secretaria de Formação do Sindicato dos Bancários do Ceará propôs a criação do Coletivo de gênero, raça/etnia e diversidade sexual (GREDS).


A proposta do Coletivo GREDS é seguir as orientações da CONTRAF-CUT, que criou o CGROS – Comissão de Gênero, Raça e Orientação Sexual, e mobilizar os bancários em torno desses temas tão relevantes para a sociedade brasileira.


O diálogo com o Coletivo de Mulheres Bancárias e Financiárias será fundamental para que o mesmo possa ampliar a sua atuação, a fim de contemplar tais demandas da sociedade.


De acordo com o secretário de Formação do SEEB/CE, Leirton Leite, “é necessário e urgente trabalhar simultaneamente a problemática do gênero, da raça e etnia e da diversidade sexual de forma articulada, o que além de ser uma proposta absolutamente ousada, é também oportuna na atual conjuntura em que vivemos”, afirmou.