Funcionária é reintegrada através de ação judicial movida pelo SEEB/CE

9


Mais uma vitória dos trabalhadores contra a postura do Bradesco de desrespeito e desvalorização dos funcionários. Após intervenção do Sindicato dos Bancários de Brasília (SEEB Brasília), o banco teve que voltar atrás e, por força de decisão judicial, reintegrou a bancária Christiane Dantas, que na segunda-feira, 6/5, voltou a trabalhar na agência Sudoeste da Capital federal.


A ação de reintegração foi movida pelo Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 7ª Região.


Numa manifestação de apoio à bancária, o SEEB Brasília esteve na unidade e aproveitou a ocasião para conversar com a população sobre a importância do fim das demissões imotivadas, com a ratificação da Convenção 158 da Organização Internacional do Trabalho (OIT).


O Bradesco demitiu a trabalhadora sem justa causa em maio de 2011, logo após ela voltar de férias e faltando apenas dois meses para que entrasse no período de estabilidade pré-aposentadoria. Ela é funcionária oriunda do extinto Banco Estadual do Ceará (BEC), comprado em 2005 e incorporado em 2006 pelo Bradesco, que assumiu à época o compromisso de não demitir sem justa causa os bancários incorporados, conforme Decreto Estadual do Ceará nº 21.325/91, que estabelece que eles não podem ser desligados imotivadamente. A bancária foi transferida para Brasília em 2007, a pedido dela.


“A reintegração é um acontecimento de suma importância, uma vez que mostra a força da luta da categoria contra as injustiças que o banco comete. Nós sabemos que a rotatividade no Bradesco é alta e, além disso, o número de bancários é insuficiente para atender a demanda da população. Lutamos contra tudo isso”, afirma Garcia Rocha, diretor do SEEB Brasília e bancário do Bradesco.


Pressão e assédio – Christiane completará 29 anos de banco em julho deste ano e já passou por vários momentos difíceis como bancária. “A constante pressão no trabalho e situações de assédio moral me deixaram com a saúde debilitada. Tive vários problemas de saúde que deixaram sequelas”, lembra a bancária, que chegou a ser afastada por licença-saúde pelo INSS por esse motivo.


Campanha – O SEEB/CE está participando da Campanha de Valorização dos Funcionários do Bradesco, lançada na terça-feira, 7/5, em todo o País. Entre as principais demandas dos bancários estão a solução dos problemas do plano de saúde, fim das demissões imotivadas, mais contratações e mais segurança nas agências.


Em todo o Brasil, os sindicatos filiados à Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) fizeram uma série de protestos e manifestações cobrando que sejam atendidas as reivindicações dos funcionários do Bradesco.