13 DE AGOSTO: TODOS CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

28


As centrais sindicais decidiram se somar à mobilização da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE) no dia 13 de agosto, Dia Nacional de Mobilização, Paralisações, Assembleias e Greves Contra a Reforma da Previdência, em Defesa da Educação Pública e por Empregos.


A decisão foi tomada dia 15/7, em São Paulo, na reunião entre dirigentes das CUT’s nos Estados e dos Ramos. Os dirigentes também aprovaram um calendário de lutas, pois a reforma ainda tem pontos muito cruéis e a luta precisa continuar.


AGENDA DE MOBILIZAÇÃO DA CUT

ATÉ 26 DE JULHO: Plenárias para discutir a reforma e mobilização das categorias para o dia 13 de agosto e outras ações contra a PEC que praticamente acaba com a aposentadoria.


29 DE JULHO A 02 DE AGOSTO: Semana Nacional de Coleta de Assinaturas para o abaixo-assinado contra a reforma da Previdência.


05 A 12 DE AGOSTO: atividades contra a reforma da Previdência em suas bases, como assembleias nas portas de fábricas, panfletagens, protestos, atos e panfletagens.


O dia 13 de agosto, portanto, será um dia de mobilização nacional, mas os dirigentes estarão de olho e atentos na agenda do Congresso Nacional. Na avaliação deles, há uma disposição dos parlamentares em votar a proposta de reforma da Previdência de Bolsonaro (PSL) entre os dias 5 e 8 de agosto. A reforma precisa ser aprovada pela Câmara em dois turnos, antes de ir para o Senado.