A 23ª edição do Cine Ceará acontece de 7 a 14 de setembro

6


O Ceará é o ponto no território continental brasileiro mais próximo ao Velho Mundo. No que se refere a audiovisual, o solo alencarino já é anfitrião tradicional do Cine Ceará, o Festival Ibero-Americano de Cinema. Chegando à sua 23ª edição, de 7 a 14 de setembro, o festival apresenta novidades voltando-se para as homenagens ao cinema contemporâneo de um País, neste ano – Portugal.


Segundo o diretor do festival, Wolney Oliveira, a escolha do País se justifica também pelo fato da cinematografia realizada em terras lusas ainda ser de difícil acesso aos cinemas comerciais brasileiros. A homenagem ao país ibérico se estende à atriz, cantora e cineasta portuguesa Maria de Medeiros, responsável pelo show de abertura da edição, cujos filmes serão exibidos em uma mostra especial.


A sede do evento será pela primeira vez o Centro Cultural Dragão do Mar de Arte e Cultura. As duas salas de cinema do equipamento serão reinauguradas em 3 de setembro.


Oficinas, seminários e mostras alternativas e sociais serão realizados simultaneamente na Casa Amarela Eusélio Oliveira, no Teatro Celina Queiroz da Unifor, na Caixa Cultural, na Vila das Artes e no Mercado dos Pinhões. O acesso ao Cine Ceará é gratuito. O credenciamento é feito em troca de alimentos.


Mais informações:

23º Cine Ceará. De 7 a 14 de setembro, no Centro Cultural Dragão do Mar. A programação completa está no site http://www.cineceara.com/