Absurdo: banco nega horas extras para gerentes

24

Cachês milionários para jogador fazer propaganda o Santander Banespa paga, mas as horas extras para seus trabalhadores o banco se recusa a pagar. Em reunião do Comitê de Relações Trabalhistas, ocorrida no dia 15/3 em São Paulo, que colocou na mesa de negociações dirigentes sindicais e representantes do Grupo Santander Banespa, o banco se negou a estender o ponto eletrônico e garantir o pagamento de horas extras para bancários com cargos gerenciais.

Em pleno domingo, dia 19/2, muitos empregados tiveram que trabalhar para testar o sistema de integração tecnológica dos bancos Santander e Banespa. Mas apenas quem possui ponto eletrônico recebeu o pagamento das horas extras.

O banco se recusou a reconhecer o direito dos gerentes ao pagamento das horas extras, argumentando que esses bancários não seriam “elegíveis”. Isso é inaceitável, pois, além de trabalharem muitas horas a mais por dia, também trabalham muitas vezes em finais de semana.

Os dirigentes sindicais protestaram contra a intenção do banco de realizar novos testes na Páscoa. A jornada extra vai impedir que os bancários passem os feriados da Semana Santa com suas famílias, como todos os trabalhadores desejam. Os representantes do banco disseram que o assunto está sendo analisado.

Sindicatos e Federações de bancários em todo o País estudam o desenvolvimento de um conjunto de ações para acabar com essa vergonhosa exploração.