Acordo salarial dos bancários injeta bilhões na economia do País

44


A Campanha Nacional dos Bancários 2018, cujo fechamento se deu com acordo salarial conquistado pelos bancários e bancárias no final de agosto, que garantiu à categoria um reajuste salarial de 5% – reposição integral da inflação e aumento real de 1,31% –, terá um impacto positivo de aproximadamente R$ 10 bilhões na economia brasileira até o final deste ano, segundo levantamento feito pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).


Os ganhos são fundamentais para a retomada do crescimento, por garantir o poder de compra dos trabalhadores, o que por sua vez, movimenta a economia brasileira. Quanto mais direito o trabalhador tem, quanto melhor o salário, mais a economia ganha.


Ao contrário do que alguns candidatos nas próximas eleições estão dizendo que para ter emprego não pode ter direitos, e isso é um absurdo. Desde 2004, os bancários têm conquistado ganho real e, com o novo acordo, o aumento acumulado até 2019 será de cerca de 23% nos salários e 44,7% no piso da categoria.


Bradesco adiantará 13ª cesta dia 26/9

Atendendo solicitação da Contraf-CUT, o Bradesco informou que irá antecipar o pagamento da 13ª cesta-alimentação para 26 de setembro. As entidades representativas dos bancários também cobraram a antecipação do pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados), que foi efetuado no dia 20 de setembro. Assim como salários e demais verbas, a 13ª cesta-alimentação terá reajuste de 5% (reposição da inflação mais aumento real de 1,31%).

Itaú pagará 13ª cesta em outubro

O Itaú efetuou o pagamento da PLR do primeiro semestre de 2018 no dia 20/9. Na mesma data, o banco pagou o PCR (Programa Complementar de Resultados). Após cobrança da categoria, o Itaú adiantou que fará o crédito da 13ª cesta-alimentação para outubro. Como resultado da Campanha 2018, a parcela fixa da regra básica da PLR passou a R$ 2.355,76 – lembrando que a esse montante é somado 90% do salário base –; e o teto da parcela adicional (distribuição linear de 2,2% do lucro líquido do banco) passa a R$ 4.711,52.

Santander paga PPRS em 2019

Como acordado com a Fenaban, o Santander pagou a primeira parcela da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) no dia 20.  O acordo específico dos bancários do Santander, assinado no dia 14 de setembro, prevê também o pagamento do programa próprio aos trabalhadores do banco espanhol. Pelo acordo, o Programa de Participação nos Resultados do Santander (PPRS), garante uma variável mínima de R$ 2.550,00 para todos os trabalhadores. O PPRS será creditado em 2019, junto com a segunda parcela da PLR, até 2 de março.


Impacto na Economia da Campanha Salarial dos Bancários 2018 no Ceará


• O reajuste de 5% nos salários da categoria bancária representa um acréscimo anual de cerca de R$ 56,0 milhões na economia do estado;


• A PLR conquistada pela categoria bancária injetará por volta de R$ 121,2 milhões na economia nos próximos 12 meses. Já na antecipação do pagamento o impacto na economia é de cerca de R$ 58,4 milhões;


• Além disso, o reajuste de 5% nos auxílios alimentação e refeição da categoria bancária terá um impacto adicional de R$ 7,6 milhões em um ano;


• Somando o reajuste nos salários, vales e a PLR total o impacto da campanha salarial dos bancários 2018 será de cerca de R$ 184,8 milhões.