Acordo Salarial é assinado com sete meses de atraso em relação a outros Bancos

28

Mais um recorde na história da negociação salarial com o BNB. Após sete meses da assinatura dos acordos salariais do Banco do Brasil e CEF, finalmente a Contraf-Cut conseguiu assinar o Acordo Coletivo de Trabalho 2010/11 com o BNB. E não foi por falta de cobrança. A desculpa do Banco para a demora, como sempre, foi a falta de autorização do DEST.


Os funcionários do BNB estão cansados dessa ladainha e cobram mais atitude da Diretoria do Banco frente aos burocratas de Brasília. Por que só atrasa a autorização dos acordos do BNB e BASA? Com a palavra a alta cúpula desses Bancos. No caso do BNB, o descaso se estende, passando pela ausência de negociação especifica há mais de três meses.


A assinatura do Acordo 2010/2011 entre a Contraf-CUT e o BNB data de 24/05/11 e consistiu mera formalidade, vez que seria até vergonhoso montar todo um “circo” para registrar um ato que, de tão tardio, já está caindo no descrédito. Do ACT 2010/11 constam 55 cláusulas abrangendo temas econômicos, sociais e sindicais.


O Sindicato dos Bancários do Estado do Ceará comunica aos seus associados que o prazo para oposição ao Desconto Assistencial, cláusula 49ª do Acordo, vai de 30/05 a 10/06/2011. A oposição ao Desconto Assistencial tem que ser individual e protocolada na tesouraria do Seeb/Ce, sito a Rua 24 de Maio, 1289, centro de Fortaleza. Para facilitar o acesso dos interessados, o Seeb/Ce realizará durante o período plantões de diretores no Passaré e agências de Fortaleza para recepcionar os requerimentos de oposição ao Desconto.


Para os funcionários lotados em agências do interior, permanece a mesma sistemática, ou seja, os requerimentos devem ser encaminhados de forma individual, via malote, fax(85 – 3226-9194) ou correio postal com data compreendida entre os dias 30/05 a 10/06/2011.