Adesão cresce de forma localizada no Passaré

55

 A mobilização e adesão à greve dos funcionários do BNB na sede administrativa do Passaré cresce de forma localizada, com adesão de alguns novos colegas da área de Tecnologia da Informação e agências do Interior. Na manhã de segunda-feira, dia 28/9, os funcionários grevistas realizaram conversas com aqueles que ainda não aderiram à greve no sentido de conscientizá-los a participar do movimento.


“Temos que fortalecer a greve e estar unidos nesse momento. No ano passado, a adesão ao movimento grevista foi bastante forte e nós conseguimos avançar com a valorização do nosso piso. Este ano precisamos da mesma união para avançarmos nas demais conquistas”, convocou o diretor do Sindicato dos Bancários, Tomaz de Aquino.

POLÍCIA NO CENTRO – A Polícia Militar foi convocada para impedir o acesso do Sindicato à agência Fortaleza-Centro do BNB, localizado na Praça Murilo Borges.


Houve empurra-empurra e os bancários foram acusados de desrespeitar a ordem e causar tumulto. Segundo os organizadores do piquete, a PM foi chamada pelo superintendente Isidro Moraes. Os grevistas denunciam o forte assédio moral que vêm sofrendo por parte da Superintendência.