Anunciado plano de demissão voluntária com previsão de corte de 10.000 empregados

3


De acordo com o portal de notícias Uol e o jornal Folha de São Paulo, a Caixa Econômica Federal fechou sua proposta para um programa de demissão voluntária, que deverá ser aberto aos empregados até o fim deste mês com adesão até o começo de fevereiro. O lançamento do plano, no entanto, ainda depende de aval do Ministério do Planejamento, esperado para esta semana ainda, segundo informa o jornal.


Pelo projeto do banco divulgado pela grande imprensa, a Caixa espera que até 10 mil funcionários poderão aderir ao plano, que deve ser direcionado a empregados em idade de se aposentar, mas que seguem na ativa, cerca de 20 mil trabalhadores. Para incentivar a aposentadoria, a Caixa estaria oferecendo uma bonificação de dez salários, conforme o tempo de casa. No entanto, esse é um dos pontos que precisam da aprovação do governo.


Plano similar ao do BB – O público-alvo é o mesmo atingido pelo programa de aposentadoria lançado pelo Banco do Brasil no final do ano passado. De 18 mil funcionários que poderiam deixar a instituição financeira, 9.409 aceitaram a oferta do banco e se aposentaram. O objetivo divulgado pelas duas instituições é reduzir o custo com despesas operacionais e administrativas, para alinhá-las ao resultado de seus pares privados. Hoje, a Caixa tem cerca de 95 mil funcionários e mais de 3.000 agências.


“Estaremos acompanhando de perto todas as movimentações deste PDV da Caixa. O banco tem forte atendimento social e as unidades estão sempre cheias, com grandes filas. Se não houver reposição, vai ficar insuportável, tanto para a população quanto para as condições de trabalho dos empregados. Estaremos atentos”, afirma Marcos Saraiva, diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará e empregado da Caixa.