Após paralisação, Sindicato inclui Estatuto de Segurança na pauta da Câmara de Caucaia

10


Por falta de segurança e para garantir atendimento psicológico e médico aos bancários, muitos ainda em estado de choque, o Sindicato dos Bancários do Ceará fechou a agência do Bradesco, em Caucaia, no dia 5/11. Essa agência foi alvo de um assalto gravíssimo no dia anterior, quando bandidos assaltaram um cliente que havia sacado grande quantia de dinheiro. Na ação conhecida como “saidinha bancária”, o cliente foi morto no interior da agência e houve troca de tiros com os vigilantes.


Dirigentes do Sindicato fizeram reunião com os bancários, ainda assustados com a ação dos bandidos, e conversaram com os clientes, sendo aplaudidos e apoiados pela iniciativa em solidariedade aos bancários.


“A inexistência de segurança nas agências bancárias de Caucaia deve-se a falta da aprovação do Estatuto de Segurança Bancária, proposto pelo Sindicato à Câmara Municipal, a exemplo de Fortaleza. Lamentamos a postura do Bradesco, que queria abrir a agência; pura falta de sensibilidade”, disse Robério Ximenes, diretor do SEEB/CE.


Segundo Bosco Mota, diretor do Sindicato, “foi importante fechar a agência, para que houvesse atendimento aos trabalhadores, ainda abalados com o assalto. Os clientes foram solidários e até os mais idosos apoiaram o fechamento da agência nesse dia”.


O diretor do Sindicato, Marcos Francelino, lembrou que as saidinhas tem sido cada dia mais frequentes, onde o cliente é o mais atingido diretamente. “Os clientes ficam expostos ao utilizar os caixas das agências, onde não há biombos nem divisórias para protegê-los na hora do saque”, completou.


Sindicato cobra Estatuto em Caucaia – No mesmo dia, os diretores do Sindicato participaram da reunião da Câmara Municipal de Caucaia, e o diretor Gabriel Motta fez uso da Tribuna, lembrando a audiência solicitada pelo Sindicato, no dia 25 de junho de 2013, propondo a criação do Estatuto de Segurança Bancária Municipal, a exemplo de Fortaleza. Na época, os vereadores anunciaram estudo para criação de referido projeto de lei, mas o projeto não saiu do papel.


O presidente atual da Câmara, vereador Silvio de Alencar Martins se comprometeu a colocar o projeto do Estatuto de Segurança Bancária, proposto pelo SEEB/CE, na pauta da Casa na próxima quinta-feira, 12/11.


“Cobramos do Poder Legislativo, a aprovação do Estatuto de Segurança Bancária, em Caucaia. Essa lei não garante que não tenha mais assalto, mas que evita muito, principalmente a saidinha bancária. Em Caucaia, os vereadores não aprovaram o Estatuto, proposto pelo Sindicato em 2013, o que é um prejuízo enorme e que pessoas pagam com a própria vida. Se essa lei municipal existisse em Caucaia, talvez tivesse evitado essa morte, essa tragédia”, disse Gabriel Motta.