Após pressão dos bancários, banco reajustou em 10,8% o reembolso de combustível

8


O Bradesco comunicou a Contraf-CUT, no último dia 25/3, que vai reajustar o auxílio reembolso de combustível em 10,8%, passando de R$ 0,65 para R$ 0,72 por quilômetro rodado. A correção era uma antiga reivindicação dos funcionários que utilizam o próprio veículo para fazer visitas a clientes e serviços externos. O novo valor passa a valer em todo o País.


O Bradesco cedeu à pressão dos bancários, que garantiram assim um avanço importante. Muitos funcionários se viam praticamente obrigados a pagar para trabalhar porque o valor estava muito defasado, tendo em vista não ser reajusta há muito tempo.


A Contraf-CUT destaca que existem várias demandas a espera por avanços no processo negocial, como o programa de retorno ao trabalho, o parcelamento do adiantamento de férias e o auxílio-educação, dentre outras que integram a minuta nacional dos funcionários do Bradesco, dentro da campanha da valorização dos trabalhadores do banco.


“Agora, os funcionários esperam que o Bradesco apresente a mesma disposição que teve para atender essa reivindicação, em outras demandas importantes, alvo de debate nas rodadas de negociações específicas”
Gabriel Motta, diretor do Sindicato e funcionário do Bradesco