Aposentados debatem fim do fator previdenciário

35

A Secretaria de Aposentados do Sindicato dos Bancários do Ceará realizou na última sexta-feira, dia 30/4, um debate sobre a luta dos trabalhadores pelo fim do fator previden-ciário. Participaram representantes das centrais sindicais, associações de aposentados, do departamento jurídico do SEEB/CE e de vários sindicatos.


Esse foi o primeiro de uma série de eventos voltados para debater temas de interesse dos bancários aposentados. A programação foi definida durante o Seminário de Planejamento do Sindicato dos Bancários, como uma das ações para 2010. “Esses debates são importantes não só para aproximar o aposentado do Sindicato, mas também por criar um ciclo de discussão com um segmento importante da nossa categoria, os aposentados, que muito contribuíram para a unidade da nossa luta”, afirmou o presidente do Sindicato, Carlos Eduardo Bezerra.


O representante da CUT/CE, Roberto Luque, lembrou que o fator previdenciário foi criado para compensar a não aprovação do limite de idade para aposentadoria dos trabalhadores celetistas. De acordo com ele, o fator previdenciário obriga o trabalhador a trabalhar cada vez mais para tentar reduzir ao máximo o impacto do fator na sua aposentadoria. “O que nós queremos é um período de sobrevida para brincar com os netos, viajar, para usufruir da imensa contribuição que demos para a sociedade. Essa é a nossa principal luta: acabar com o fator previdenciário que penaliza o trabalhador”, disse. O projeto do fim do fator está aguardando votação na Câmara dos Deputados e é de autoria do senador petista Paulo Paim.

O representante da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB/CE), Joacy Leite, também convocou os trabalhadores a se engajarem na luta pelo fim do fator previdenciário. Segundo ele, esta é uma questão fundamental, não só para os aposentados, mas para as gerações futuras. “Pela lei atual, o trabalhador está se aposentando na véspera de morrer”, ironiza. Ele completa: “é importante a união de todas as forças, todas as centrais, para pressionar o Legislativo a fim de conquistarmos mais essa vitória para a classe trabalhadora”.


O secretário de Aposentados do Sindicato, Océlio Silveira, também conclamou os trabalhadores à luta. “Precisamos da união de todos os trabalhadores, todos os sindicatos, todas as centrais, para construirmos um movimento forte e coeso para derrubar esse fator previdenciário que tanto prejudicar o trabalhador”.