Aprovada agenda única de lutas para o ano de 2010

11

Desenvolvimento com valorização do trabalho. Tendo essa reivindicação como parâmetro, dirigentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Força Sindical, Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB) e Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) aprovaram, em reunião realizada esta semana em São Paulo (SP), as atividades da agenda única de lutas para o ano de 2010.


Entre as prioridades estão a assembleia sindical de 1º/6, a mobilização pela redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais sem redução de salário e a 4ª Jornada Nacional de Debates, a ser coordenada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Também será dada toda a ênfase para a preparação das campanhas salariais de 2010 das categorias com data-base no primeiro semestre deste ano.


Em 1º/6, durante a assembleia sindical que será realizada em São Paulo, as centrais sindicais pretendem aprovar a pauta da classe trabalhadora a ser entregue aos candidatos à Presidência da República. Essa pauta, inclusive, será debatida com o conjunto da sociedade. Para a CUT e as demais centrais sindicais, o que está em jogo neste ano é o projeto de País, o modelo de desenvolvimento e a continuidade das mudanças com valorização do trabalho e distribuição de renda.