Assalto ao Banco do Brasil de Cariús é o terceiro este ano

28

    

    

Na madrugada do último dia 3/3, uma quadrilha formada por 10 a 15 homens invadiu o Banco do Brasil de Cariús, no Centro-Sul do Estado, explodiu as portas e o cofre da agência. O assalto ocorreu por volta de 2 horas da madrugada. No mesmo dia, os diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará, Bosco Mota, Plauto Macedo, Cláudio Rocha e José Eduardo estiveram no local, prestaram assistência aos bancários e passaram informações de como proceder com relação a emissão da CAT, documento a ser exigido do banco em caso de agência assaltada.


Para o diretor Bosco Mota, “a ação dos bandidos foi espetacular, uma ação de gente profissional em assalto a banco. Além de usarem dinamites para explodir o cofre, usaram um super machado para derrubar as portas do banco e abrir a passagem”.


Os moradores dessa cidade, na região Centro-Sul do Estado (a 418Km de Fortaleza), viveram momentos de pânico e apreensão. A quadrilha planejou bem o assalto, pois antes da ação principal, a quadrilha rendeu o motorista de um ônibus da empresa Guanabara, que foi utilizado para bloquear o acesso à ponte que liga o município de Cariús ao município de Jucás, com a intenção de impedir a entrada da Polícia. Outra parte do grupo realizou o assalto.


O mesmo modus operandi foi utilizados pelos bandidos, quando utilizaram dinamites a exemplo do que aconteceu com outras agências bancárias do Interior. Nesse assalto, os bandidos explodiram a porta de entrada da agência bancária e a vidraça que divide os caixas eletrônicos da parte de atendimento aos clientes. Mais adiante, o bando explodiu o cofre, retirando o dinheiro.


Dois homens ficaram responsáveis por dar cobertura aos assaltantes. Segundo informações dos moradores de Cariús, os bandidos dispararam contra policiais que foram destacados para atender a ocorrência do assalto ao ônibus. Nenhum deles ficou ferido.


Após o assalto, a quadrilha fugiu em dois veículos, que posteriormente foram encontrados incendiados. Um deles, uma Blazer branca, abandonada em uma estrada que dá acesso a Várzea Alegre. O outro veículo, um Celta preto, encontrado no distrito de São Sebastião. Ainda segundo informações dos moradores da cidade, toda a ação, desde a tomada do ônibus até a explosão do cofre – durou cerca de 40 minutos. A quantia levada pelos bandidos não foi revelada. Mesmo sem pistas da quadrilha, as polícias de Cariús e Iguatu realizam diligências pela região para capturar o bando.