Assembleia aprova acordo sobre ação das folgas

3


Em assembleia realizada na quinta-feira, 19/1, no Sindicato dos Bancários do Ceará, os funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), aprovaram o acordo da ação das folgas. Estes são beneficiários que ainda não aderiram ao acordo, proposto pelo Banco no ano de 2012.


O encontro aconteceu às 19h, em segunda convocação, que prevê assembleia com qualquer número, com o objetivo de deliberar sobre proposta de acordo feita pelo Banco para os remanescentes da ação das folgas, após a mesma ter sido julgada favorável aos trabalhadores em última instância.


Histórico – As folgas foram retiradas dos funcionários do BNB em 1997, por decisão da autoritária gestão Byron Queiroz. Os benefícios foram restabelecidos em 2003, no início da administração Roberto Smith, mas ficaram as diferenças do período de seis anos, asseguradas pela Justiça do Trabalho, através de processo trabalhista ajuizado pelo Departamento Jurídico do Sindicato.


Em 2012, o Banco fez uma proposta de acordo na Ação das Folgas ajuizada pelo Sindicato, sendo aprovado, por ampla maioria dos presentes, em assembleia no dia 12/4/2012. Na época, alguns funcionários não assinaram o Termo Individual de Adesão. Naquela assembleia, o Sindicato dos Bancários do Ceará posicionou-se contrário à proposta de acordo por uma questão de princípio de resgate integral do direito e por exigir do Banco explicações caso a caso das impugnações de nomes feitas pela Empresa.  Respeitando à democracia e ao voto de cada associado beneficiário, o Sindicato deu continuidade à Ação das Folgas para quem não assinou a adesão naquele acordo.