Assembleia aprova prestação de contas 2009 do Sindicato

12

Assembleia de bancários realizada no último dia 9/11, na sede do Sindicato, aprovou a prestação de contas da entidade, relativas ao ano de 2009, por unanimidade. 73% de todas as receitas da entidade são receitas sociais. Ou seja, sua principal fonte de contribuição e de receita é a mensalidade, através do ato voluntário dos bancários. O SEEB/CE não tem endividamento e tem uma alta liquidez que permite a entidade ser pró-ativa em relação às demandas dos bancários.


A gestão do Sindicato, que passou por uma transição em virtude da eleição em 2009, garantiu a manutenção, com um caixa forte de R$ 1. 470.831,32. Este é o caixa do Sindicato. Ou seja, 57% do ativo circulante do Sindicato são disponibilidades imediatas.


O SEEB/CE mantém uma proximidade entre receitas e despesas, mas tem, além de uma receita muito forte, além da mensalidade da contribuição sindical e do desconto assistencial, a sua maior despesa é com a ação fim do sindicato, que é a ação sindical. 54,95% das despesas do sindicato são com operações sindicais, com ações sindicais.


Significa dizer que, do que o Sindicato recebe de receita, mais da metade ele não utiliza em sustentação da máquina sindical e sim da ação sindical, de interesses dos trabalhadores. E a outra parte de 45%, com pessoal, administrativo e geral.


Para o presidente do SEEB/CE, Carlos Eduardo, “essa credibilidade da atuação do Sindicato dos Bancários do Ceará é um exemplo para a organização sindical no Estado e torna o nosso sindicato um dos maiores do País. O que legitima nossa participação em fóruns importantes do Estado, do movimento sindical e da sociedade. O sindicato tem que continuar avançando para cada vez mais se inserir nas transformações do Estado brasileiro para uma justiça social que tenha o trabalhador, num local de destaque, suas condições de trabalho e condições econômicas”.

Veja o Balanço na versão em PDF.