Assembleia aprova proposta e bancários do Itaú Unibanco recebem PCR dia 10

17

Em assembleia realizada no último dia 27/5, no Sindicato dos Bancários do Ceará, os funcionários do Itaú Unibanco aprovaram a proposta apresentada pelo banco, após pressão dos trabalhadores e diversas rodadas de negociação, para o Programa Complementar de Resultados (PCR) em reunião com a Comissão de Empresa (COE) realizada no dia 24/5, em São Paulo. O banco propôs um acordo de dois anos que pode dar aos bancários ganhos de até R$ 4,2 mil, com pagamentos em 2010 e 2011. O crédito de R$ 1,8 mil a título de PCR de 2010 será efetuado no próximo dia 10/6. Na mesma data, os bancários recebem também um valor de R$ 300,00 pelo sucesso da migração das agências do Unibanco para Itaú. Em maio do ano que vem, os trabalhadores recebem R$ 1,6 mil de antecipação do PCR de 2011. Eventuais diferenças devem ser pagas até fevereiro de 2012.


A Comissão de Empresa e o Sindicato dos Bancários do Ceará avaliam que houve avanço nas negociações em relação à proposta inicial do banco, que previa o pagamento de R$ 1,6 mil, com desconto nos demais próprios de remuneração variável. O banco ainda chegou a propor que o crédito do PCR não era para todos. Após resistência e pressão dos bancários, o banco recuou e garantiu primeiro o não desconto nos programas próprios e o pagamento para todos. Agora, com a forte pressão dos bancários, o banco cedeu e também aumentou o valor do PCR.

“O avanço significativo conquistado nessa proposta foi fruto de um exaustivo processo de negociação e da pressão dos trabalhadores”, ressalta o diretor do Sindicato e representante da FETEC/NE na Comissão de Empresa do banco, Ribamar Pacheco. Segundo ele, “foi importante a participação de todos na assembleia onde foi referendada mais essa conquista, que é somente dos funcionários do Itaú Unibanco”. Ainda disse Ribamar que, “passada essa etapa da PCR, a Comissão de Empresa fará acompanhamento sistemático em relação à fusão entre os dois bancos, pois a manutenção dos empregos é questão prioritária para a representação dos funcionários”.