Assembléia dos empregados dia 3/6 prepara Dia Nacional de Luta

47

O Sindicato dos Bancários do Ceará convoca os empregados da Caixa Econômica Federal para uma assembléia extraordinária, no dia 3/6, a partir das 19 horas, para organizar o Dia Nacional de Luta da categoria, marcado para o dia 4/6, em todo o País. A assembléia será na sede do SEEB/CE (Rua 24 de Maio, 1289, Centro). Os empregados da Caixa estão sendo convocados a dar sua contribuição para fazer do Dia Nacional de Luta, uma data de pressão, para mostrar o nível de insatisfação da categoria com relação ao não atendimento do pleito sobre PCS por parte da empresa.


Esse dia no Ceará será marcado por manifestações de protesto e reivindicações pelo PCS JÁ! Os diretores do Sindicato do Ceará estão percorrendo todas as unidades do banco discutindo a proposta do PCS com os bancários da sua base.


Para o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará e empregado da Caixa, Marcos Saraiva, é importante que os bancários continuem mobilizados. “Precisamos que os empregados da Caixa continuem participando dos debates e das ações do Sindicato por um PCS justo e digno para todos. De nossa parte, vamos continuar lutando para que a proposta dos bancários seja aprovada como forma de rebater as injustiças sofridas pelos empregados ao longo de todos esses anos”, afirmou.


OS PRINCIPAIS PONTOS DA CONTRAPROPOSTA DO PCS


• Tabela unificada com 36 níveis;


• Piso de R$ 1.244,00;


• Teto de R$ 3.700,00;


• De um a dois deltas de promoção por merecimento, a cada ano;


• Não-vinculação de promoção a cumprimento de metas individuais;


• Concessão, após a migração, de um delta para cada dois anos (ou fração superior a 12 meses) ao empregado que ficou estagnado na carreira, em compensação ao tempo que não houve promoção por merecimento;


• Criação de uma comissão mista para a elaboração e o acompanhamento do processo de avaliação por mérito;


• Criação de instrumentos que permitam avaliação cruzada entre empregados e gestores, como forma de compor os critérios para a progressão na carreira;


• Possibilidade de migração dos técnicos bancários superiores;


• Recusa a limite orçamentário para a concessão de promoções por merecimento (a Caixa propôs limite de 1% da folha de pagamento);


• Recusa à vinculação do PCS aos planos de benefícios da Funcef.

Continua o debate sobre PCS da Caixa no Ceará

Os diretores do Sindicato dos Bancários do Ceará continuaram a série de debates sobre o PCS da Caixa nas agências de Fortaleza. As reuniões acontecem sempre nos locais de trabalho dos bancários e têm por objetivo conscientizar a classe da importância da união neste momento tão importante para os empregados da Caixa.


Na sexta-feira, 30/5, o presidente do SEEB/CE, Marcos Saraiva, visitou a agência Terra da Luz e apresentou a proposta colocada pela Caixa e a contraproposta do movimento sindical. Segundo ele, “é muito importante a participação de todos os bancários para se construir um plano que valorize o trabalhador”.