Assinatura do Acordo Coletivo será dia 31/3, no Passaré

36

Após exatos sete meses da data base dos bancários (1º/9), a direção do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) vai realizar a assinatura formal do Acordo Coletivo 2009/2010 no dia 31/3, às 11h, na sede administrativa do Banco, no Passaré, em Fortaleza, com as presenças do presidente da instituição, Roberto Smith e diretor administrativo, Oswaldo Serrano.


Juntamente com a notícia da assinatura do Acordo, o Banco anunciou também o pagamento da segunda parcela da PLR dos funcionários para o próximo dia 19/4. Apesar do pagamento da segunda parcela da PLR dos funcionários do BNB ser feito bem após o pagamento nos outros bancos públicos, o benefício no BNB ficou acima do que foi pago pela regra da Fenaban, que apresenta o teto de 2,2 salários. No caso do funcionalismo do BNB, o Banco seguiu a regra da Fenaban dentro do limite imposto pelo DEST, porém, não há teto. A PLR variou de 1,07 a 2,7 salários para quem recebe o piso de R$ 1.400,00. Uma vantagem em relação aos outros bancos. Além disso, os bancários do BNB conquistaram aumento real, licença maternidade de 180 dias, entre outros benefícios.

MESA PERMANENTE – A próxima negociação entre a CNFBNB/Contraf-CUT e a direção do BNB ficou agendada para o próximo dia 8/4, às 15h, em Fortaleza. Na ocasião, os membros da Comissão Nacional vão debater com o Banco sobre a revisão do PCR, plano de previdência da Capef, ponto eletrônico e plano de funções.

CONQUISTAS – Após 21 dias de greve em 2009, a CNFBNB/Contraf-CUT, sempre valorizando o processo negocial, arrancou alguns avanços, principalmente relativos à PLR e ao abono de R$ 500,00 (tributável quanto ao imposto de renda). Após reivindicação da CNFBNB para que fossem encontradas alternativas que compensassem o funcionalismo quanto ao limite de 9% imposto pelo Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (DEST) para distribuição da PLR, o Banco propôs, adicionalmente, adiantar, nos moldes do empréstimo de férias, 1/3 da remuneração bruta de cada funcionário, paga juntamente com a antecipação de PLR em 6/11/09. Este valor será compensado quando do pagamento total da PLR de 2009 em abril. Entretanto, o Banco está a dever o compromisso de extensão da licença-prêmio para todos os funcionários com direito adquirido e o reajuste de 3% no PCR.

Projeto de lei da reintegração dos demitidos entra em pauta dia 31/3


O PL 343/07, que trata da reintegração dos funcionários do BNB demitidos na gestão Byron Queiroz, estava em pauta para votação na Comissão de Finanças e Tributação (CFT) na quarta-feira, dia 24/3. Por motivo estratégico, o PL foi tirado de pauta por um consenso para que pudessem os Deputados José Guimarães (PT/CE) e Osmar Junior (PCdoB/PI), pudessem resolver algumas pendências de ordem política no Ministério da Fazenda objetivando dar maior e melhor condições de aprovação na CFT.


O representante do Sindicato dos Bancários do Ceará, Heider Vasconcelos, permanecerá na Câmara Federal, onde se reunirá com parlamentares e liderança do governo, objetivando dar maiores subsídios aos deputados para que possam debater com maior propriedade o PL com o governo. Resolvidas as questões até a próxima terça-feira, 30/3, o PL estará de volta da pauta da Comissão no dia 31/3, onde, como faz desde o início da tramitação, o SEEB/CE se fará presente com seu representante Heider Vasconcelos encaminhando as articulações no sentido de aprovação do Projeto.