Atividades na Praça do Ferreira marcam o Dia Internacional da Mulher

27


Dança, cinema, teatro, prestação de serviços, atendimento de saúde e ato político. Essas são só algumas das atividades que acontecem na Praça do Ferreira, a partir das 7h, no próximo dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. O dia de atividades reúne diversas entidades do movimento social organizado que luta em defesa dos direitos da mulher. O Sindicato dos Bancários do Ceará, através de sua Secretaria de Igualdade e da Diversidade, irá participar colaborando com a parte cultural do evento.


Teatro e Música – Através do Coletivo de Mulheres Bancárias, o Sindicato montará um stand na Praça para dar visibilidade às suas ações em defesa dos direitos das mulheres. Na ocasião, as atrizes Bia Menezes e Ana Patrícia apresentarão a peça “O Nascimento de uma Rosa”, baseada na frase da filósofa e economista marxista, Rosa de Luxemburgo: “Por um mundo onde sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres”. A peça vai abordar temas como saúde, violência contra a mulher, igualdade de oportunidades, entre outros direitos, de maneira popular e interagindo com as pessoas na Praça. Além disso, a bateria do bloco De Magote Não Tem Quem Derrote vai se apresentar no encerramento do evento, por volta das 20h30.


A Secretaria está preparando ainda uma vasta programação durante todo o mês de março para homenagear as mulheres bancárias. Todas as atividades serão divulgadas gradativamente nas próximas edições da Tribuna Bancária e em nosso site e redes sociais.


Atividades para todos os gostos – Além da contribuição do Sindicato dos Bancários, as mulheres que passarem pela Praça do Ferreira no dia 8 de março terão uma extensa programação. Haverá aula de Zumba ao ar livre a partir das 7h; Passeio de bicicleta com chegada na Praça; Sessão de Cinema no Cine São Luiz por volta do meio dia; cortejo pelas ruas do Centro com a banda de Fanfarra da Pacatuba e Bloco Adeus Amélia a partir das 16h; além de ato político com a participação de Maria da Penha e diversas lideranças do movimento de mulheres a partir das 17h30.


Haverá ainda Feira de Economia Solidária, atendimento de serviços de saúde (vacinação, glicemia, pressão arterial, informativos etc.) e prestação de serviços em diversas unidades móveis como Procon, Sejus (emissão de documentos), Defensoria Pública, atendimento de apoio à mulheres vítimas de violência etc.