Ato denuncia descaso da Fenaban para negociações com a categoria

29

       

Um ato e paralisação das atividades por duas horas na agência do Banco do Brasil, na Rua Barão do Rio Branco, em Fortaleza, no dia 10/9, marcaram a indignação dos bancários e dirigentes do Sindicato dos Bancários do Ceará para o descaso com que os banqueiros vêm tratando as negociações com a categoria, dentro da Campanha Salarial deste ano. O ato foi palco de várias manifestações, com humor e irreverência de músicos e emboladores, ocasião em que os bancários denunciaram a intransigência dos banqueiros, que não apresentaram nenhuma proposta, mesmo depois de quatro rodadas de negociação.


Há promessa da Fenaban de anunciar uma proposta aos bancários no próximo dia 17/9, mas enquanto isso o Sindicato convoca a categoria a manter-se mobilizada, sinalizando que a qualquer momento novas atividades poderão acontecer, inclusive com chamamento para uma greve. Pelo menos esse foi o tom dado pelos diretores do SEEB/CE, nos seus discursos durante a manifestação na agência do Banco do Brasil.


Foram denunciados os descasos dos banqueiros, pois enquanto contam suas fortunas, bancários e clientes sofrem dentro das agências. Uma das reivindicações centrais dos bancários é a preservação do emprego, além da ampliação das contratações; o fim das terceirizações e a aplicação das regras da Convenção 158 da OIT, que proíbe demissões imotivadas.


“Isso significa que a proposta dos bancos às reivindicações da categoria não pode ser meramente econômica, mas deve incluir emprego, saúde, segurança, igualdade de oportunidades e melhores condições de trabalho”, asseverou Carlos Eduardo, presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará. Para o presidente do SEEB/CE, diante do desempenho dos bancos, fica claro que os banqueiros têm plenas condições de atender as reivindicações da categoria bancária, quais seja, reajuste de 10%, PLR justa para todos, valorização dos pisos salariais, fim das metas abusivas, garantia do emprego, mais contratações e mais segurança para trabalhadores e clientes.

CONCURSADOS NO ATO – Durante a manifestação da Campanha Salarial realizada na quinta-feira, dia 10/9, pelos bancários do Banco do Brasil e dirigentes do Sindicato dos Bancários do Ceará, na agência Barão do Rio Branco, no Centro de Fortaleza, os concursos do BB, que ainda não foram chamados, aproveitaram para fazer protestos e exigir suas convocações.