Atos mobilizam bancários do Ceará em defesa do Saúde Caixa

28


Como parte do Dia Nacional de Luta em Defesa do Saúde Caixa, o Sindicato dos Bancários do Ceará realizou no dia 24/5, atos públicos em Fortaleza, no Edifício Sede, e na agência da Caixa no município de Redenção.  Dirigentes sindicais e empregados analisaram o momento crítico vivido pelo banco público, em face dos ataques sofridos pelo governo Temer, e a importância da solidariedade entre os trabalhadores na luta pela manutenção dos direitos conquistados.


“A transformação porque passa a Caixa, com modificações via mudanças no Estatuto, ameaça principalmente o caráter 100% público do banco”, alerta o presidente do SEEB/CE, Carlos Eduardo, que participou do ato na cidade de Redenção, no Maciço de Baturité. Segundo ele, a questão é muito mais ampla e não atinge apenas o plano Saúde Caixa, mas a própria Caixa.


“Todos nós precisamos estar unidos. Os trabalhadores reunidos numa só voz, com a participação de todos os empregados. Porque quando começar a mudança, temos que juntar todo mundo, os da ativa e os aposentados, para enfrentar esse ataque que visa somente tirar direitos”, completou Marcos Saraiva, diretor do SEEB/CE e da FENAE.


Segundo o empregado Eugênio Bessa, “vamos deixar de lado as disputas e discrepâncias de compreensão, porque precisamos fazer o grande enfrentamento inadiável, porque hoje vivenciamos a tomada da nossa nação, das nossas riquezas, dos nossos direitos, das nossas perceptivas e da nossa família. É necessário estarmos unidos, apesar da discrepância, porque os ataques vêm para atingir a todos”.


Tulio Menezes, diretor do Sindicato, enfatizou que “o alvo da mudanças no Estatuto da Caixa é a retirada dos direitos dos trabalhadores, que não só atingem nosso plano de saúde, mas todos direitos conquistados pela categoria historicamente, a custa de muita luta”.