Aumenta tarifa, aumenta lucro, mas faltam bancários

22

Estudo divulgado pelo Procon-SP, na segunda-feira, 2 de abril, informa que as tarifas bancárias tiveram reajuste de 15,94% entre fevereiro de 2006 e fevereiro de 2007. No mesmo período, a inflação medida pelo IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo) foi de 3,02%.

Os clientes pagam cada vez mais, no entanto não encontram qualidade de serviços à altura e o número de reclamações no Banco Central contra os bancos não pára de crescer. Só nos dois primeiros meses de 2007, o ranking do BC apontou aumento de 22% nas reclamações. Entre 2005 e 2006, a alta chegou a 50%. O descontentamento com o atendimento lidera as reclamações.

Faltam funcionários, o que compromete o atendimento já que os clientes são obrigados a enfrentar grandes filas. A despreocupação que os bancos têm com segurança nas agências não faz vítimas apenas entre os bancários, mas também entre clientes. O lucro dos bancos e os recursos arrecadados com as altas tarifas mostram que as instituições financeiras podem investir muito mais nos trabalhadores e no atendimento ao usuário, com qualidade.