Bancários aprovam reivindicações específicas da Campanha Nacional 2016

9


Reunidos durante três dias, em São Paulo, no 27º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, 323 delegados (212 homens e 111 mulheres) aprovaram as reivindicações específicas para a Campanha Nacional 2016. Os bancários debateram temas sobre remuneração, saúde, organização do movimento, sistema financeiro nacional e previdência, com a aprovação unânime do Fora Temer e das mobilizações em defesa dos bancos públicos.


A pauta aprovada dialoga com todos os funcionários do BB e reforça a luta da categoria contra as ameaças de privatização e de retirada de direitos dos trabalhadores.


Moções – Foram aprovadas moções pelo repúdio ao assédio sexual em todos os espaços; de repúdio à dívida pública, além da garantia de participação protagonista das mulheres na condução de debates durante o congresso.


A Caravana do Sindicato dos Bancários do Ceará no 27º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil foi composta por: Bosco Mota, Felipe Lima, Gustavo Tabatinga Júnior, Jannayna Lima, Carlos Eduardo Bezerra Marques, Ricardo Dantas, Antonicler, Magnum Cavalcante, Uchôa e Eduardo Marinho, além do delegado sindical Marcos (ag. Heráclito Graça) e Matilda (Quixadá).



Confira as principais reivindicações

Remuneração e condições de trabalho: Aumento real de salários; PCR com aumento nas promoções por mérito e com inclusão de escriturários; Piso para o PCR – salário mínimo do Dieese e o interstício na tabela de antiguidade de 6%; fim do assédio moral e das metas abusivas; respeito à jornada e a inclusão dos 15 minutos de descanso para as mulheres dentro da jornada.

Saúde Pública e Suplementar/Cassi: Fórum nacional sobre saúde; fortalecimento do modelo assistencial de Estratégia de Saúde da Família (ESF); manutenção do princípio de solidariedade na Cassi e a inclusão de funcionários oriundos de bancos incorporados; melhorias no Exame Periódico de Saúde (EPS), entre outras.

Previdência Pública e Complementar/Previ: Luta contra o PLP 268 (Fundos de Pensão). Fim da resolução 26, para que o superávit do plano de previdência seja investido na melhoria dos benefícios; fim do voto minerva no Conselho Deliberativo e a implantação de teto para os benefícios.

BB e o Sistema Financeiro Nacional: Defesa da democracia e das empresas públicas, além de sua importância como fomentador de desenvolvimento; luta contra a privatização, além da regulamentação do artigo 192 da Constituição Federal que trata do Sistema Financeiro Nacional.

Organização do Movimento: Reafirmou-se a importância da campanha nacional unificada na garantia e ampliação de direitos da categoria bancária.