Bancários cearenses realizam assembleia e mobilizam categoria sobre GREVE GERAL!

35


Na próxima quarta-feira, dia 19/4, os bancários do Ceará se reúnem em assembleia geral extraordinária, a partir das 19h, na sede do Sindicato (Rua 24 de Maio, 1289 – Centro), para debaterem sobre a greve geral do dia 28 de abril.


Essa foi a data escolhida para que os trabalhadores parem o País mandando um recado alto e claro para os parlamentares corruptos e o governo golpista: NENHUM DIREITO A MENOS! A greve geral será um passo decisivo na luta que continuaremos a travar, sem trégua, para derrotar o governo ilegítimo que aí se encontra.


O objetivo é PARAR TUDO, a exemplo do que aconteceu na Argentina no último dia 6/4 contra as medidas neoliberais do governo Macri. Sairemos às ruas, como fizemos nos dias 8, 15 e 31 de março, para denunciar e repudiar a reforma da Previdência, que pretende acabar com o direito de se aposentar, além de protestarmos contra a reforma trabalhista, que rasga a CLT e contribui para a precarização do trabalho.


Iremos às ruas também para repudiar a lei da terceirização, recentemente sancionada pelo ilegítimo Temer, que fragiliza a organização sindical e permite a terceirização irrestrita, sem nenhuma segurança em relação ao trabalho e a direitos básicos, como férias, 13º, jornada, descanso remunerado, horas extras, entre outros direitos fundamentais, conquistados após décadas de muita luta.


Essa deliberação foi tomada após uma cuidadosa análise de conjuntura. As principais vítimas desse processo são os trabalhadores penalizados com o desemprego, que atinge a assombrosa marca de cerca de 13 milhões de pessoas.


Temos motivos de sobra para repudiar o governo ilegítimo e para conclamar a classe trabalhadora para a greve geral no dia 28 de abril.


FORA TEMER!

 


Veja a seguir o calendário de construção da Greve Geral:


Dia 18 de abril – Protestos contra a votação da Reforma Trabalhista na Câmara (que depois ainda terá que passar pelo Senado), prevista para o dia 19 de abril.


Dia 19 de abril – Assembleia dos bancários cearenses para deliberar sobre a GREVE GERAL.


Dia 19 de Abril – Previsão de votação da Reforma Trabalhista, em Brasília.


Dia 28 de abril – VAMOS PARAR O BRASIL – Greve Geral. As cidades paradas e vazias denunciarão, repudiarão e condenarão o desmonte da Previdência e da legislação trabalhista.


O Brasil e seus trabalhadores de braços cruzados serão nosso melhor recado para os golpistas que tomaram o poder no país.