Bancários definiram reivindicações específicas

15


 No final do Encontro Nacional dos Funcionários do Santander, realizado nos dias 7 e 8/6, os bancários aprovaram a minuta do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico do banco, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (ACT) da categoria, com alterações pontuais na proposta em discussão com o banco. A minuta aprovada é a mesma que já está em negociação com o banco, com poucas alterações.


Os trabalhadores vão lutar pela manutenção do ACT, com a atualização das cláusulas econômicas, além disso, está negociando a assinatura de um Termo de Compromisso para que o banco negocie previamente com os sindicatos, federações e com a Contraf-CUT sempre que for tomar alguma medida para se adequar à nova legislação trabalhista. O banco apresentou uma proposta de regramento do ponto eletrônico que está sendo analisada pela COE.


O encontro aprovou ainda a minuta do acordo do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS), com atualização de valores, e ainda duas propostas de luta: em defesa da democracia e pela liberdade de Lula, assim como pela redução das taxas de juros e tarifas de serviços bancários.