Bancários destacam emprego como reivindicação principal

3


No jornal editado pela Contraf-CUT voltado para os bancários do Itaú – Itaunido, traz como destaque o emprego. A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú cobrou na última reunião com a direção do banco, o aumento do número de contratações. A reivindicação é voltada, principalmente, para as agências em que há baixo número de funcionários, com sobrecarga de trabalho, o que compromete o atendimento à população.


Os representantes dos trabalhadores reivindicaram também o fim das demissões por justa causa, pois, muitas delas, são reflexo da política desumana de cobrança de metas e do assédio moral. A orientação aos funcionários é que não pratiquem nem aceitem pressão que inflijam normas do banco que provoquem esse tipo de dispensa. O balanço do banco do primeiro trimestre deste ano revela que, em doze meses, foram eliminados 2.902 postos de trabalho.


GT de Saúde e Condições de Trabalho – A publicação aborda ainda o próximo encontro do Grupo de Trabalho (GT) de Saúde e Condições de Trabalho, entre a Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú e a diretoria, que será realizada no dia 7 de julho, em São Paulo. A gestão do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) e do departamento de saúde ocupacional e o Programa de Readaptação voltam à pauta nessa reunião.