Bancários do BIC conquistam PPR linear de R$ 3 mil

7


Em assembleia, bancários do BICbanco aprovaram no último dia 2/12, por unanimidade, a proposta de pagamento do Programa de Participação nos Lucros (PPR) feita pelo banco, em substituição à PLR. Acordo é específico. O banco, por motivos contábeis, acabou tendo prejuízo e não efetuou o pagamento da PLR aos funcionários.


O Sindicato dos Bancários do Ceará e a Contraf-CUT, através de negociações com o banco, conquistaram o pagamento de R$ 3 mil, de uma única vez e de forma linear, a todos os funcionários.


“É uma conquista do movimento bancário, inclusive, o acordo a ser assinado já sinaliza uma reunião no início de 2015, para discutir a PPR e como incluí-la na Convenção Coletiva do próximo ano”, disse José Roberto Félix, diretor do Sindicato.


Segundo o último balanço, o BICBanco apresentou prejuízo, destinando mais recursos para Provisão de Devedores Duvidosos (PDD). Com balanço deficitário, não apresentou lucro e não pagou a PLR aos seus trabalhadores. Mas o próprio balanço do banco permite que se tenha participação nos resultados.


Segundo o dirigente sindical, “o movimento bancário cobrou e estamos conquistando esse valor de R$ 3 mil, que será pago linearmente e no quinto dia após assinatura do acordo com o banco”.


De acordo com informações recebidas pelo Sindicato, a PPR foi creditada aos funcionários do banco na noite da quarta-feira, 3 de dezembro.