Bancários do BNB desaprovam paralisação por 24h em assembleia esvaziada

20


Em Assembleia realizada no último dia 14/4, com a presença de apenas 16 pessoas, foi desaprovada a proposta da Contraf-CUT de paralisação por 24 horas em todas as unidades do BNB para protestar contra o não pagamento da PLR 2015. Os presentes à assembleia aprovaram em contrapartida o retardamento da abertura das agências por 1 hora no dia 19/4.


A proposta de ajuizamento de ação pelo descumprimento da Convenção Coletiva Nacional, no entanto, foi aprovada por unanimidade. “O BNB assumiu compromisso com as entidades representativas dos trabalhadores, à época da campanha salarial e como condição para se encerrar a greve, a seguir o acordado com a Fenaban e nós ressaltamos que os acordos tem de ser respeitados”, apontou o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceara, Carlos Eduardo Bezerra, que conduziu a assembleia.


O Sindicato convoca todos a se engajarem no movimento de retardamento por 1h como forma de demonstrar sua indignação quanto à postura da Direção do Banco em relação ao não cumprimento da CCT no tocante a PLR 2015.