Bancários do BNB param por uma hora contra não pagamento da PLR 2015

10


O Sindicato dos Bancários do Ceará realizou na terça-feira, 19/4, o retardamento de uma hora na abertura da agência Centro do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), em protesto contra o não pagamento da PLR 2015 dos funcionários. Na agência Aldeota também houve paralisação espontânea de uma hora como forma de protestar.


“Estamos realizando essa paralisação porque o BNB está descumprindo a Convenção Coletiva Nacional, a exemplo do que aconteceu em 2012. Estamos realizando atos e paralisações em todas as unidades do BNB no Nordeste e se o Banco não tomar suas medidas, nós vamos intensificar a luta pelo cumprimento dos nossos direitos”, afirmou Océlio Silveira, diretor do Sindicato e funcionário do BNB.


Océlio informou que na terça, 19, a diretoria do Banco esteve em Brasília, em conversa com o DEST sobre o pagamento da PLR, mas ressaltou que todos os bancos já efetuaram o pagamento das PLRs aos seus quadros funcionais, e questionou: “somente no BNB isso seria diferente? Até o Basa, da Amazônia, já pagou a PLR dos seus funcionários, só o BNB não pode pagar?”, comparou.


A deliberação de retardamento de uma hora no atendimento foi feita em assembleia realizada dia 14/4 quando também foi aprovado o ajuizamento de ação coletiva cobrando o cumprimento da Convenção Coletiva, a exemplo do que aconteceu em 2012, ação já ganha em 2ª instância pelos bancários.


O Sindicato convoca todos a se engajarem no movimento como forma de demonstrar sua indignação quanto à postura da Direção do Banco em relação ao não cumprimento da CCT no tocante a PLR 2015.