Bancários fazem primeira reunião sobre cobrança de metas com o BB

6


A primeira Mesa Temática Sobre Forma de Cobrança de Metas com a direção do BB se realizou no dia 4/12, quinta-feira, em Brasília. Os assuntos foram sobre cumprimento de metas e a forma como são feitas as cobranças. Os temas mais debatidos foram a cobrança excessiva via mensagens de textos SMS e whatsapp, onde, além da cobrança dos resultados, os administradores ainda cobram resposta das mensagens enviadas com cobranças extras.


Os trabalhadores denunciaram um número excessivo dos chamados “desafios diários”, onde a soma das metas é maior do que o orçamento inicial, com impacto da realização extra no orçamento do ano seguinte em função da série histórica. Os funcionários reclamam também da constante reorçamentação de metas durante o semestre.


A Contraf-CUT se posicionou contra as metas na Gestão de Desempenho Profissional (GDP), relatando novos problemas na pressão aos bancários, e administradores estão fazendo anotações incluindo metas referentes aos desafios, bem como foi relatado um desvirtuamento do TAO-Sistema de Seleção, uma vez que estão usando as metas diárias como critérios de seleção. Em muitas superintendências, os gerentes regionais cobram “alinhamento” em relação aos desafios em detrimento da meta já alcançada, gerando pressão abusiva sobre os funcionários.


Dentro das discussões da mesa, também foi abordada a valorização das gerências médias nas questões salariais, onde foram apontadas reclamações quanto à remuneração dos gerentes do Carteirão (carteiras mistas) e os gerentes de relacionamento Personalizado 1. A Contraf-CUT também cobrou as novas contratações acordadas na Campanha 2014. O banco apresentou o número de 956 novas convocações com um total de 304 posses. Explicou que a maioria ainda está em fase de documentação para ser empossada. Os funcionários cobraram agilidade nas posses, para que sejam cobertos mais rapidamente a carência nas agências.


Os funcionários e o BB acertaram que a Mesa Sobre Cobrança de Metas continuará em março de 2015.