Bancários obtêm criação de grupo de trabalho sobre reabilitação no Bradesco

6


A Contraf-CUT, federações e sindicatos se reuniram na quinta-feira (6/6), com o Bradesco, na Cidade de Deus, em Osasco (SP), e discutiram reabilitação profissional, um dos três itens que integram o calendário prévio definido na negociação ocorrida no último dia 28 de maio. Próximas reuniões com banco ocorrem nos dias 14 e 19/6.


Durante a reunião, foi decidida a criação de um grupo de trabalho para a elaboração de um programa de reabilitação e readaptação profissional, com base na cláusula 43ª da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). As reuniões ocorrerão entre os dias 19 de junho e 7 de agosto.


“A inserção do movimento sindical é importante na elaboração, implantação e acompanhamento do programa”, afirma a diretora da Contraf-CUT e coordenadora da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco, Elaine Cutis.


Os próximos encontros com o banco estão previstos para os dias 14 e 19, quando estarão em debate o parcelamento do adiantamento de férias e o vale-cultura, respectivamente. Trata-se dos outros dois itens que forma o calendário prévio. “Vamos aprofundar a discussão com o banco sobre essas demandas que estão na pauta específica de reivindicações da Campanha Nacional de Valorização dos Funcionários”, destaca a coordenadora da COE/Bradesco.


O Plano de Cargos e Salários (PCS) e o auxílio educação foram novamente destacados pelos dirigentes sindicais, mas o banco ainda resiste em debater essas importantes reivindicações.


Enquanto isso, a mobilização continua. “A campanha está nas ruas com muita garra e energia. A ideia é intensificar as atividades e assim conquistarmos o atendimento das demandas dos funcionários”, enfatiza a dirigente sindical. “Bancário não é lata. É gente como você, gente de verdade”, diz o slogan da campanha.