Banco avança na PLR e no PCC

24

Os empregados da Caixa Econômica Federal conseguiram arrancar do banco importantes avanços no Plano de Cargos Comissionados (PCC). Em negociação na segunda-feira, 9/10, a diretoria do banco apresentou proposta com avanços também para a Participação nos Lucros e Resultados (PLR), entre outros itens.

Ao todo, o banco apresentou seis propostas para corrigir o PCC. O banco vai criar o cargo em comissão de Caixa RET/PV, posicionado no nível TA1 das tabelas de Piso de Referência de Mercado e Gratificação, correspondente a R$ 1.450 e R$ 299 respectivamente. O novo cargo seria criado no dia 1º/01/2007; a extinção do cargo em comissão de Gerente Júnior, cujo piso hoje é de R$ 3.413. A Caixa propôs a criação do cargo em comissão de Avaliador de Penhor Sênior, posicionado no nível TA7, com piso de referência de mercado de R$ 4.066 e gratificação de R$ 1.508 para jornada de 8 horas. No caso da jornada de 6 horas, o piso de referência de mercado é R$ 3.049 e gratificação de R$ 1.130, o que representa um aumento salarial de aproximadamente 14% em relação ao Avaliador de Penhor Pleno. Ao todo, serão promovidos 180 avaliadores para o cargo sênior em 1º de janeiro de 2007.

Faixas salariais – A Caixa vai criar cinco faixas salariais horizontais, com interstício de 2%. Esta medida vai beneficiar cerca de 24 mil empregados. Para 2007 já está definida a promoção de 30% dos 24.005 empregados envolvidos. A promoção não interfere no encarreiramento dos níveis júnior, pleno ou sênior. A Caixa também aceitou a concessão de um delta ou nível salarial no cargo efetivo a todos os empregados que atenderem os requisitos e se comprometeu a apresentar proposta de unificação da Carreira Profissional dos PCSs 89 e 98.

PLR – O banco informou que além de pagar o modelo de PLR que vier a ser acordado com a Fenaban, os empregados receberão uma Participação adicional. O pagamento seria em duas parcelas, sendo que 60% seria pago em até dez dias após assinatura do Acordo Coletivo e a outra parcela em março de 2007.

Outros benefícios – A Caixa aceitou ampliar o número de bolsas de incentivo à graduação cujo valor será de, no máximo, R$ 350. Outra reivindicação dos empregados que o banco aceitou foi a conversão, de até 30 dias em espécie, de Licença-Prêmio e APIP, imediatamente após assinatura do Acordo.


CARGO


REMUNERAÇÃO BASE**


VALOR DA PLR

TEC. BANCÁRIO REF. 101

R$ 1.133

R$ 4.073

TEC. BANCÁRIO REF. 115

R$ 1.463

R$ 4.337

ESCRITURÁRIO REF. 77

R$ 2.302*

R$ 5.469

SUPERV. I – FAIXA I

R$ 6.678

R$ 8.509

GER. GERAL II –MERC. A

R$ 8.380

R$ 9.871

TESOUREIRO RET PV (8H)

R$ 2.420

R$ 5.103

*Sem considerar ATS
** Salários vigentes em 31/08/2006