Banco de Dados Nacional será lançado em janeiro de 2008

42

O Coletivo de Saúde da Contraf-CUT reuniu-se na última quarta-feira, dia 12/12, para discutir, entre outros assuntos, a construção do Banco de Dados Nacional sobre a Saúde do Bancário, que será implantado no início de janeiro de 2008. O objetivo é reunir todas as informações sobre o tema, para auxiliar a luta dos bancários contra as péssimas condições de trabalho.


“O Banco de Dados é uma forte ferramenta que ajudará a subsidiar as ações das entidades representativas dos bancários”, afirmou o diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará, Eugênio Silva, que participou da reunião do Coletivo de Saúde.


O Banco de Dados vai reunir, entre outros itens, os registros de CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho), número de assaltos, informações das Cipas (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) e do PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional). O Banco de Dados terá ainda uma biblioteca jurídica, com toda a legislação que trata da saúde do trabalhador, além de jurisprudências e pareceres do Ministério Público e outros.


Os dados estatísticos poderão ser acessados de forma nacional ou regional. A biblioteca jurídica será alimentada pela Contraf, federações e sindicatos e todos poderão ter acesso ao material catalogado. Haverá ainda um espaço para denúncias dos bancários, que poderão ser feitas inclusive de forma anônima. Está previsto também um fórum de debates para os cipeiros e representantes das unidades que não têm Cipa (RPA), além de um blog com notícias sobre o tema. Os custos da implantação serão rateados entre a Contraf, federações e sindicatos.


Além do Banco de Dados sobre a Saúde, o Coletivo da Contraf-CUT também traçou um balanço de 2007 e discutiu as perspectivas para 2008.