Banco do Brasil suspende posse de aprovados até 2013

13


Numa atitude de total desrespeito, o Banco do Brasil suspendeu a posse dos aprovados no concurso de 2011, convocados e qualificados pela empresa. A decisão foi ainda mais grave, na medida em que os concursados já haviam pedido demissão de seus empregos, uma exigência do edital do concurso para que trabalhassem no banco. A posse deveria acontecer ainda em agosto e setembro e foi transferida para 2013.


Alguns concursados prejudicados procuraram o Sindicato para encaminhar dúvidas e reclamações.


Em contato com a Gerência de Pessoas do BB em Fortaleza (GEPES-CE), o Sindicato ouviu explicações de que o fato estaria acontecendo em todo o território nacional por decisão estratégica da empresa. A diretora Lea Patrícia Albuquerque, secretária de Organização do Sindicato, em contato com a GEPES-CE na pessoa do Gerente Local, Luis Costa, ouviu que “as vagas estariam garantidas e que, somente a data da posse havia sido adiada”.


O banco estaria pensando numa ação paliativa no sentido de que os que concursados que já pediram demissão de seus empregos anteriores seriam empossados. Segundo apurado pelo Sindicato, cerca de vinte aprovados no concurso, em termos de Ceará, estariam nessa situação.


O Sindicato cobra que o edital seja cumprido, pois sabe que a demanda de serviços bancários é crescente em todas as agências do BB, sendo necessários mais postos de serviços e, além disso, queremos garantir que pais e mães de família que passaram no concurso tenham como sustentar os seus familiares.