Banco do Nordeste paga promoções 2016 retroativas a janeiro

4


Prevaleceu o que garante o Acordo que implementou o Plano de Cargos e Remuneração em 2006, assegurando as promoções por mérito e antiguidade suprimidas na década de 90 durante a gestão Byron Queiroz.


Mas para isso, foi preciso a intervenção do Sindicato dos Bancários do Ceará que, em matéria publicada no jornal Tribuna Bancária de 01 a 06 de agosto de 2016, nº 1439, alertou o Banco para as consequências que o descumprimento do acordo pela postergação das promoções para julho de 2016, acarretaria.


Em reunião com a Diretora de Administração e TI à época, Eliane Brasil, o coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB e diretor do SEEB/CE, Tomaz de Aquino, fez ver o risco de mais um passivo trabalhista para o Banco, caso a cláusula do Acordo do PCR, que trata das promoções retroativas a janeiro de cada ano fosse ignorada. A direção do BNB reconheceu a validade da reivindicação do Sindicato e assegurou durante mesas de negociação da Campanha Salarial refazer o seu propósito.


Com a garantia da retroação das promoções a janeiro de 2016, cerca de 130 colegas foram promovidos por merecimento ou tempo de serviço e tiveram pagas no dia 16/11, as diferenças salariais que representam 44% da remuneração base, mais reflexos, além da incorporação de 4% no vencimento de carreira.


“Foi uma constatação de que os acordos negociados entre o BNB e o Sindicato tem grande importância e precisavam ser valorizados”, afirmou Tomaz de Aquino, coordenador da CNFBNB e diretor do Sindicato.