BANCO ENVOLVIDO EM TRANSAÇÃO SEM COMUNICAR O MERCADO

28


Sem comunicar o mercado, Banco do Brasil está em tratativas para entrega de ativo diretamente com empresa interessada, a gigante gestora de recursos americana BlackRock para um negócio envolvendo a BB DTVM, o braço do banco público para gestão de recursos, segundo informações divulgadas pelo jornal Valor Econômico.


Para Marcel Barros, diretor de seguridade da Previ, “o Banco do Brasil está listado na Bolsa de Valores e, se há uma negociação em curso, tem de haver uma comunicação ao mercado, porque os acionistas devem saber que o banco tem intenção de abrir o capital de um dos seus ativos. Além disso, se o governo quer vender uma parte do banco, essa entrega tem de ser feita por meio de disputa pública, e não com um único interessado’.


Marcel avalia que se o governo pretende negociar um dos ativos do Banco do Brasil, essa negociação deve ser feita por meio de IPO (oferta inicial de ações). “Por isso a notícia preocupa, porque se de fato ela é verdade, o mercado tem que saber. Mas para o Banco do Brasil, como banco público, não é vantajoso, nesse momento, vender uma parte da instituição”, enfatiza.


A assessoria do banco negou ao Jornal Valor qualquer discussão para se desfazer de sua participação na empresa. Entretanto, outra fonte ouvida pelo jornal confirmou que as discussões, ao longo do ano, trataram de possíveis parcerias e negócios do BB com a BlackRock envolvendo a BB DTVM. Questionado, o banco respondeu que a “BB DTVM mantém parceria com 40 gestoras de recursos e é absolutamente normal, e esperado, que aconteçam reuniões de negócios com frequência”.