Banco ignora proposta do SEEB/CE e Justiça convoca audiência

37


Mais de 15 dias após encaminhar contraproposta sobre ação da equiparação, aprovada em assembleia, o Sindicato dos Bancários do Ceará não recebeu qualquer resposta oficial do BNB sobre o assunto. Informalmente, o diretor administrativo, Stélio Gama Lyra Jr. comunicou que o Banco não estava autorizado a ir além da proposta rebaixada de R$ 46 milhões, derrotada na assembleia por ser considerada uma afronta ao direito conquistado judicialmente após mais de 20 anos de luta do Sindicato.


Indignada com tal atitude do Banco, a diretoria do SEEB/CE tem buscado acelerar o processo de liquidação/execução do processo. Como resultado, a 3ª Vara do Trabalho de Fortaleza convocou o BNB e o Sindicato para audiência na próxima sexta-feira, dia 15/4, às 9h, quando tentará conciliar os interesses das partes. Não havendo acordo, como é possível presumir devido a intransigência da Direção do Banco, o SEEB/CE vai solicitar à Justiça a imediata nomeação de um perito para analisar os cálculos apresentados.


A última proposta de valores apresentada pelo Sindicato chegava ao montante em torno de R$ 340 milhões. A assembleia do dia 16/3, contrariando posição da diretoria do SEEB/CE autorizou contraproposta no montante de R$ 170 milhões (fac-símile), valor encontrado após a retirada do cálculo de todos os itens controversos da proposta anterior. Mesmo com essa redução de cerca de 50% de uma para outra proposta, a diretoria do BNB mostra-se insensível, obrigando o Sindicato e os beneficiários a partirem para ofensiva e denunciar o descompromisso do BNB com seus recursos humanos e até mesmo com a condição dos beneficiários, a maioria na terceira idade e com sérias dificuldades financeiras.


Para analisar as perspectivas da audiência de conciliação do próximo dia 15/4, o Sindicato dos Bancários do Ceará convoca todos os beneficiários da ação para concentração no próximo dia 14/4, a partir de 12h, na Praça Jáder Colares, no Passaré. É fundamental a participação de todos nessa atividade, pois na ocasião serão aprovados encaminhamentos de luta para vencer a resistência do Banco e garantir nossos direitos.