Banco não avança na PCR e continua sem valorizar os funcionários

20

Em negociação realizada no dia 7/12 entre a Comissão dos Empregados do Itaú (COE/Itaú) e a representação do banco, o que ficou mais uma vez constatado foi uma total falta de reconhecimento por parte do Itaú aos seus funcionários.

O banco continua negando a todos as reivindicações em que os funcionários solicitam um maior reconhecimento ao esforço e dedicação por eles desempenhados, o que está nesse momento provado na performance alcançada pelo banco. O Itaú assumiu o 1º lugar no ranking dos bancos privados superando o Bradesco e assumindo o 2º lugar no ranking nacional, ultrapassando a Caixa Econômica Federal em ativos.

Para Ribamar Pacheco, representante da FETEC/NE na COE/Itaú, “no momento é necessário intensificarmos nosso processo de mobilização, pois a postura que o banco vem adotando na mesa de negociação é de uma total falta de respeito com os seus funcionários e cabe aos mesmos, com sua organização e luta, alterar este quadro”.