BB passa a oferecer até crédito a pessoa jurídica no Banco Postal

39

O Banco do Brasil divulgou que foram abertas 75 mil contas no Banco Postal nos 15 primeiros dias de funcionamento da parceria com os Correios. O número corresponde a 65% do total de contas abertas no período por toda a rede do BB.


Entre as contas abertas, 500 são de pessoa jurídica. A abertura de contas para empresas já era feita pelo Bradesco, mas com a parceria com o BB passou a ser oferecido também crédito a pessoa jurídica por meio do canal. Os números foram divulgados dia 17/1 pelo vice-presidente de varejo, distribuição e operações do BB, Dan Conrado, durante inauguração de uma agência dos Correios no prédio sede do Banco do Brasil, em Brasília.


Para 2012, a meta é receber 2,2 milhões de pedidos de abertura de contas. Segundo o vice-presidente de negócios dos Correios, José Furian Filho, se for cumprida, o Banco do Brasil vai dobrar o número de contas que eram abertas por ano, em média, pelo Bradesco (1,1 milhão).


Até 13/1 foram realizadas 3,5 milhões de transações, como saques, depósitos e pagamentos de contas. O volume acumulado no período ultrapassou R$ 600 milhões. Segundo o BB, 42 mil beneficiários do INSS que recebem os benefícios pelo banco utilizaram as instalações dos Correios para receber seus pagamentos. O Banco Postal recebeu mais de 1 milhão de convênios, 260 mil títulos do BB e 680 mil títulos de outros bancos, somando um total de R$ 271 milhões.


Em maio do ano passado, o BB venceu o leilão, com lance de R$ 2,3 bilhões, o que garantiu o direito de assumir o lugar que era do Bradesco desde 2002. Com as mais de seis mil agências do Banco Postal, presente em 95% do território nacional, o BB ultrapassa a marca de 16 mil pontos de atendimento no País.