Beneficiários indignados com o silêncio do BNB

38

A direção do BNB prometeu formalizar durante o mês de janeiro de 2011 proposta para acordo na ação de equiparação das funções comissionadas do BNB às do Banco do Brasil, mas até agora não cumpriu o prometido. A promessa do Banco de resolver a ação através de acordo vem se arrastando há anos, apesar da boa vontade do Sindicato dos Bancários do Ceará em apresentar alternativas viáveis para a superação do impasse. O silêncio do BNB causa indignação aos beneficiários do processo.


O SEEB/CE já concordou em reduzir o montante da dívida a níveis tecnicamente inquestionáveis, mas mesmo assim não sensibilizou os dirigentes do BNB, com os quais já esteve reunido diversas vezes obtendo o compromisso de resolver a pendência ainda na atual gestão. Dos contatos feitos resultaram apenas algumas simulações não oficializadas pela Direção da empresa.

PLENÁRIA – “Diante da falta de alternativa apresentada pela direção do BNB, ao Sindicato resta apenas continuar buscando na Justiça do Trabalho o cumprimento da sentença transitada em julgado que assegura a reparação desse direito”, declara Tomaz de Aquino, diretor do SEEB/CE. Para adotar esses encaminhamentos, o SEEB/CE está convocando os beneficiários da ação para reunião plenária no próximo dia 16/2, às 18h, em sua sede, oportunidade em que atualizará para os presentes todos os informes e avaliações do processo negocial, inclusive no aspecto jurídico.


Tomaz de Aquino ressalva que a continuidade do processo na justiça visando à liquidação e execução da ação não exclui a possibilidade de um acordo, “pois o SEEB/CE estará sempre aberto a debater a questão com o Banco, desde que hajam propostas formais e condizentes com os interesses dos beneficiários” conclui ele.