BNB anuncia inauguração da nova agência Centro, mas caos no atendimento continua

16


Após quase um ano de espera, muitas matérias na Tribuna Bancária e manifestações de protestos do Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE), a direção do Banco do Nordeste anuncia a inauguração da nova sede da agência Fortaleza Centro para este mês de abril – em data a ser confirmada em função da agenda do presidente do Banco Ary Joel Lanzarin.


Na última quarta-feira, 27/3, o Sindicato esteve novamente na agência Centro do BNB, localizada na Praça Murilo Borges em Fortaleza, para reforçar a denúncia sobre a situação caótica que se instalou há tempos na unidade.


Clientes em pé ou sentados no chão durante horas à espera de atendimento e funcionários sobrecarregados de trabalho e extrapolando a jornada. Esse é o cenário recorrente na agência. Às 16h, a cliente Luisa Torres, por exemplo, estava há mais de duas horas na fila e ainda havia 50 pessoas na sua frente. “Um absurdo. Teve gente que chegou às 12h e saiu às 15h. Mas fazer o que, né? Temos que esperar”, reclama.


As péssimas condições de trabalho e atendimento na unidade já foram denunciadas diversas vezes pelo Sindicato. Todos os setores daquela agência, que antes ocupavam três andares e a sobreloja do edifício Raul Barbosa, hoje estão concentrados em apenas dois andares – já que o prédio pertence à Justiça Federal e precisa ser desocupado pelo Banco.


O Sindicato continuará se mobilizando e pressionando o Banco para que esses problemas não continuem ocorrendo nas novas instalações já que funcionários e clientes precisam de condições dignas de trabalho e atendimento. É preciso destacar que a demanda nas agências do BNB é crescente por conta dos atendimentos do CrediAmigo, AgroAmigo, Pronaf e renegociação de dívidas decorrentes da seca.


“Tudo isso faz com que as agências lotem mais a cada dia e, no entanto, as condições de trabalho e de atendimento não melhoram. O Banco sempre anuncia seu programa de expansão ressaltando a modernização da sua rede operadora, mas os benefícios desse programa ainda estão para ser conferidos e devem se estender também às agências que já existem, inclusive no tocante à convocação de novos funcionários”, enfatiza Tomaz de Aquino, diretor do Sindicato e coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf/CUT).