BNB desrespeita regras de concorrência e altera PCR unilateralmente

4


Duas medidas que prejudicam funcionários e por isso são consideradas inaceitáveis, acabaram de ser adotadas pela direção do BNB sem qualquer discussão prévia com as entidades representativas dos trabalhadores.


Uma delas diz respeito à elevação da quantidade de concorrentes de 40 para 80 na fase de entrevistas de seleção destinada ao preenchimento de vagas no banco de sucessão para gerente de Ambiente. Se o objetivo foi, como explicou um dirigente da Instituição, ampliar a chance de participação, por outro lado muda as regras no meio do jogo, aumentando a concorrência para quem havia se classificado anteriormente.


A outra refere-se a mudanças na norma interna que passa, por decisão unilateral da direção do Banco, a considerar as promoções previstas no Plano de Cargos e Remuneração (PCR), somente a partir do mês de julho, contrariando acordo que implantou o PCR há mais de 10 anos e que determina a ocorrência das promoções no mês de janeiro de cada ano, ainda que em caráter retroativo.


O Sindicato dos Bancários do Ceará cobra da Diretoria Administrativa do Banco, explicações mais consistentes para tais iniciativas, manifestando, desde já, sua discordância e alertando para o fato do descumprimento de regras e acordos pré-estabelecidos ser passível de questionamentos inclusive jurídico.


O Sindicato dos Bancários do Ceará quer saber sua opinião sobre essas denúncias. Envie sua mensagem para o e-mail: imprensa@bancariosce.org.br