Botequim dos Bancários em um dos melhores momentos com noite brega/romântica

4


Sucesso total. Alguns dos assíduos frequentadores aclamaram como a melhor edição do projeto desde a sua criação há 18 meses. Euforia à parte, o Botequim dos Bancários realizado no último dia 31/10, foi realmente marcante.


Em noite dedicada ao gênero musical brega/romântico, o Botequim sobressaiu-se, não apenas por conta da grande afluência de público, mas, também, pela animação e efervescência do ambiente e do público formado por bancários e convidados.


A festa foi comandada artisticamente pelo apresentador do Clube do Brega da TV Diário, Silvino Neves e teve a participação de Paulo Soriano, couver de Waldick Soriano; Zé Maria Guedes, intérprete de Altemar Dutra e outros seresteiros; culminando com a exibição da banda “Leite de Rosas e os Alfazemas”, que embalou a galera ao som de músicas de grandes nomes do cancioneiro popular nacional.


“Para soltar a voz” – Calouros deram um show à parte: Integrando a programação do Botequim dos Bancários pela primeira vez, a promoção “Para soltar a voz”, foi um sucesso com a participação de 18 inscritos, que se apresentaram como calouros, interpretando canções, a maioria do gênero brega. Dos participantes, os três melhores foram contemplados com prêmios de R$ 300,00 (1º lugar), R$ 200,00 (2º lugar) e R$ 100,00 (3º lugar).


Os premiados foram escolhidos por júri técnico composto pelo maestro Rogério Jales, o apresentador da TV Ceará, Dílson Pinheiro, e o jornalista e crítico de arte, Luciano Almeida. A promoção show de calouros vai continuar dentro da programação do projeto cultural Botequim dos Bancários, que conta ainda com o quadro “Conversa de Botequim” e espaços destinados à apresentação de talentos bancários e lançamentos de livros, cujos autores sejam da categoria bancária.


A próxima edição do Botequim dos Bancários ocorrerá no dia 19 de dezembro, em noite de confraternização já no clima natalino. A produção do projeto está programando a apresentação de grandes atrações no campo musical para continuar fazendo do Botequim dos Bancários uma opção dos trabalhadores, no tocante à cultura e o convívio salutar entre as pessoas.