Bradesco entra em negociações exclusivas para compra do HSBC

12


O Bradesco iniciou no fim da segunda-feira, 20/7, conversas exclusivas para adquirir a unidade brasileira do HSBC, de acordo com uma fonte com conhecimento direto da transação. A matéria foi divulgada no site da agência de notícias Reuters Brasil.


Caso o HSBC aceite a oferta do Bradesco, um acordo pode ser anunciado até o fim do mês, disse a fonte ouvida pela agência. A oferta estaria avaliando a unidade brasileira do HSBC em cerca de R$ 12 bilhões, ou 1,2 vez seu valor contábil.


A fonte não informou se o Bradesco vai pagar em dinheiro pela instituição financeira, que tinha ativos de cerca de R$ 170 bilhões no fim de março. Fontes próximas aos planos disseram à Reuters no mês passado que o HSBC esperava que a venda fosse finalizada em agosto.


A disputa pelo HSBC no Brasil avançou rapidamente desde que os planos da instituição foram anunciados em maio. Analistas afirmam que a saída da instituição do Brasil ocorre enquanto grandes bancos locais superam rivais menores e ganham mais força em um cenário de economia deteriorada.


O fraco crescimento em ativos impediu que o HSBC Brasil ganhasse escala para aumentar sua fatia de mercado, o que fez com que o retorno sobre o patrimônio líquido ficasse negativo em 4,2 por cento no ano passado, comparado a 15,5 por cento no fim de 2011. Representantes do Bradesco não foram encontrados para comentar. Um porta-voz do HSBC em São Paulo recusou-se a comentar.


“A nossa preocupação é com a defesa do emprego dos funcionários do banco. Estamos atentos à todas as discussões sobre a venda do HSBC e vamos partir em defesa do funcionalismo”, afirmou o diretor do Sindicato e funcionário do HSBC, Humberto Silva.