Câmara aprova Reforma que extermina direitos trabalhistas

31


Por 296 votos a favor e 177 contra, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei que decreta o fim da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) na noite do dia 24/4. A partir de agora o PL 6787/16 seguirá para apreciação do Senado, que poderá acabar de vez com uma conquista de mais de 60 anos de lutas da classe trabalhadora.


O projeto altera mais de 100 pontos da CLT. Entre as alterações, o PL estabelece que nas negociações trabalhistas poderá prevalecer o acordado sobre o legislado e o sindicato não mais precisará auxiliar o trabalhador na rescisão trabalhista.


Na bancada cearense na Câmara, dez dos 22 deputados votaram contra a proposta enviada ao Congresso pelo presidente Michel Temer (PMDB). Pela oposição, PT, PDT, Psol, PCdoB e Rede se posicionaram contra o projeto. O PSB, SD e PMB também orientaram suas bancadas a votarem contra a aprovação do texto-base. O PHS liberou a bancada. PP, PTN, PTdoB, PMDB, PSDB, PR, PSD, DEM, PTB, Pros, PSL, PRB, PSC, PPS, PV e representante do PEN orientaram voto a favor do projeto de lei.