Câmara Municipal homenageia bancários

32

     

     

  

Na terça-feira, 30/8, os bancários foram homenageados pela Câmara Municipal de Fortaleza em audiência pública convocada pelo presidente da Casa, Acrísio Sena (PT/CE) e a vereadora Eliana Gomes (PCdoB/CE). A solenidade, em comemoração ao Dia do Bancário, aconteceu às 19h e prestou homenagens ao secretário estadual do Desenvolvimento Agrário e ex-presidente do Sindicato, Nelson Martins; ao bancário aposentado da Caixa, Vitor Aurélio; ao ex-diretor do Sindicato, João Batista de Oliveira (Seu Oliveira, falecido em março passado), à funcionária do Sindicato, Ivani Amaro Galvão e aos jornalistas Nonato Lima e Adísia Sá.


Na composição da mesa, o presidente da CMF, Acrísio Sena; a vereadora Eliana Gomes; o secretário do Meio Ambiente, Deodato Ramalho, representante da Prefeita Luiziane Lins; Marcos Saraiva, representando o presidente do SEEB/CE; Gustavo Tabatinga, representando a Contraf-CUT; Gabriel Motta, representando a Fetrafi/NE; Clécio Morse, representando a CTB e Carmen Araújo, representante da CUT.


O vereador Acrísio disse que o Sindicato dos Bancários do Ceará teve papel importante no resgate do sindicalismo moderno e sempre esteve na trincheira na luta pela democracia, com destaque pela sua luta e resistência contra a privatização dos bancos e estatais. “Quando lançamos o MOB foi decisivo para consolidar o novo sindicalismo no Ceará, já em torno da Central Única dos Trabalhadores”, enfatizou.


A vereadora destacou a solidariedade com a luta dos bancários e fez homenagem ao sindicalista César Uchôa (Cezinha), já falecido. “Temos orgulho nessa homenagem aos bancários, que lutam por uma sociedade justa”.


O diretor Marcos Saraiva, em nome da diretoria do Sindicato, agradeceu a homenagem e lembrou que a categoria bancária está iniciando sua data-base e com uma campanha nacional exigindo trabalho decente, mais contratações e segurança para os bancários e a população. “O Sindicato busca diálogo com a sociedade e exige melhores condições de trabalho e de salário, bem como melhoria no atendimento à população”.


O diretor Clécio Morse ressaltou os projetos que o Sindicato está construindo com a Câmara Municipal sobre segurança bancária, ampliando essa segurança por todos os pontos de atendimento, como agências, lotéricas e todos os correspondentes bancários. “Existe muita fragilidade nos municípios do Interior que estão na mira das quadrilhas que apavoram as cidades. Amedrontam com explosões de bancos e com sequestros de bancários e seus familiares. Precisamos de mais segurança”.


Falaram pelos homenageados, o secretário Nelson Martins, que disse “o pouco que sou hoje, devo ao Sindicato dos Bancários”; e a jornalista Adísia Sá que falou da sua ligação com os bancários – “meu irmão caçula, Arlindo, foi do BNB e ao longo dos meus 56 anos de profissão ininterruptos sempre tive afinidade com essa categoria”.

O DIA DO BANCÁRIO – No dia 28 de agosto de 1951, a categoria bancária iniciava uma das mais longas e vitoriosas greves da sua história: após 69 dias de paralisação, os banqueiros acabaram concedendo 31% de aumento. O fato entrou para a história, a ponto de a data ser escolhida como o Dia do Bancário.